APES participa de Curso de Comunicação Sindical e Popular

23/11/18

Entre os dias 21 e 25 de novembro, mais de 120 pesquisadores, dirigentes sindicais, jornalistas e comunicadores sindicais se reuniram no Rio de Janeiro para o 24º Curso Anual do Núcleo Piratininga de Comunicação.

O tema desse ano é “Comunicação e organização Popular: Qual papel da comunicação popular e sindical no ano de 2019?” A jornalista da APES, Isabella Freitas, participa do curso, que está em sua 2ª edição e já é, portanto, uma referência na formação de profissionais e diretores.

Na programação, os desafios e estratégias para a comunicação contra hegemônica no contexto que se abre com a eleição de Jair Bolsonaro permearam todos os debates. Reflexões sobre o papel das Fake News e do discurso religioso nos anos recentes estiveram na pauta.

Na análise de Claudia Santiago (NPC), porém, a comunicação popular e sindical tem uma história de resistência que precisa ser resgatada nesse momento. Experiências como o Jornal do Brasil de Fato e a teia de Comunicação Popular demonstram que o caminho para a construção e ampliação dessa comunicação contra hegemônica está na aproximação com as bases e as classes trabalhadoras e no trabalho coletivo, de criação de redes de jornalistas, centrais e sindicatos.

Para o diretor da APES é fundamental investir na capacitação contínua dos profissionais e nesse sentido, torna-se ainda mais importante quando o tema é o papel da comunicação sindical no ano de 2019. Tenho certeza que a jornalista Isabella Feitas trará para dentro APES as reflexões e o aprendizado que teve durante o curso.