Fórum Intersindical atua para diminuir reajuste do Plano de Saúde no IF Sudeste MG

31/08/18

Representantes do Fórum Intersindical, composto pela APES, Sintufejuf e Sinasefe, participaram, pela primeira vez, das negociações do reajuste anual do plano de saúde dos servidores da instituição. A convite da reitoria do IF Sudeste MG, as entidades atuaram em duas reuniões que definiram os novos valores.
A Uniben, administradora do plano de saúde, havia apresentado uma proposta inicial de 21% de aumento, levando em consideração, entre outros fatores, que a inflação médica anual teria sido de 19%. Entretanto, como argumenta o diretor da APES, Professor Jalon de Morais Vieira, “se analisarmos, por exemplo, o Índice de Preços ao Consumidor Ampliado (IPCA) do ano passado foi de 3%, e a inflação médica de 19%. O reajuste no preço da energia elétrica, por exemplo, em Minas Gerais, passou de 20%; o preço dos combustíveis passou de 20%. A gente tem vivido uma situação muito adversa. Levando em consideração a média de reajuste da remuneração da categoria (dos professores e dos técnico-administrativos das instituições federais de ensino, pesquisa e extensão), o reajuste médio não chegou a 3%, a 4%. Nesse cenário, as inflações particulares impactam grandemente na remuneração do servidor, sobrecarregando a nossa capacidade de arcar com as nossas necessidades”.
Partindo dessa discussão, conduzida pelo Fórum Intersindical, foi feita uma contraproposta mais compatível com a realidade dos trabalhadores do instituto federal. A Uniben levou a discussão para o conselho da empresa e ficou definido que, para planos com coparticipação, haverá um reajuste de 10%. Para planos sem coparticipação, o reajuste será de 17,8%.
O Professor Jalon avaliou como positiva a atuação do Fórum e chama a atenção para a necessidade de continuidade dessa participação das entidades em negociações que afetam diretamente os funcionários públicos das instituições.