SemanApes

Ato na UFJF


Indicativo de greve aprovado por professores da UFMG

Márcia Xavier - Jornal O Tempo (http://www.otempo.com.br/noticias/ultimas/?IdNoticia=351559 )

Reivindicando reformulação do plano de carreira e uma nova malha salarial, professores da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) aprovaram indicativo de greve da categoria nesta sexta-feira (1º), durante assembleia no Instituto de Ciências Exatas (ICEX).

Segundo José de Siqueira, presidente do Sindicato dos Professores de Universidades Federais de Belo Horizonte e Montes Claros (Apubh), o indicativo teve 65 votos a favor, dois contra e 7 abstenções.

O presidente do sindicato disse ainda que, por enquanto, não há previsão de suspensão total dos trabalhos, mas uma nova assembleia para definir os rumos do indicativo está agendada para às 09h do dia 12 de junho.

De acordo com informações do Apubh, durante a próxima semana, reuniões com o corpo docente serão realizadas nas unidades acadêmicas para discutir propostas para carreira e os encaminhamentos feitos.


Servidores Federais convocam coletiva para falar sobre a greve marcada para junho

Lideranças sindicais dos servidores públicos federais (SPF) vão dar uma coletiva para a imprensa na próxima segunda-feira (4), às 14h, na sede do ANDES-SN, para falar sobre a Marcha a Brasília, marcada para terça-feira (5), sobre a campanha salarial dos SPF e o indicativo de greve geral da categoria a partir de 11 de junho. Também vão falar sobre a última reunião de negociação com o governo, realizada na manhã desta sexta-feira (1º).

Durante a coletiva, os representantes sindicais vão falar os motivos de uma possível paralisação e as razões que levaram categorias, como a dos docentes das instituições federais, a entrarem em greve há mais de 15 dias.

Pauta dos Servidores

A pauta de reivindicação inclui sete eixos, entre os quais o reajuste de 22,08% (referente à inflação e variação do PIB desde 2010), em conjunto com uma política salarial permanente, com reposição inflacionária, valorização do salário-base e incorporação das gratificações. Os servidores também pedem a implementação de negociação coletiva no setor público, com definição de data-base e o cumprimento, por parte do governo, dos acordos firmados e não cumpridos.

Além disso, os servidores vêm enfrentando a precarização das condições de trabalho e ataques aos direitos básicos, como a recente privatização da previdência, com a criação da Funpresp.

Marcha

A expectativa é que o ato reúna no mínimo 20 mil trabalhadores na Esplanada dos Ministérios. Após a manifestação, o Fórum dos SPF fará uma plenária ampliada, às 15h, na Esplanada, para votar a greve geral do funcionalismo federal a partir de 11 de junho.

Docentes das federais

A greve dos professores das Instituições Federais de Ensino completa 15 dias nesta sexta-feira, 1/6. Desde a deflagração da paralisação nacional por tempo indeterminado em 17 de maio, docentes de 48 instituições já suspenderam as atividades.

O movimento é considerado pelo Comando Nacional de Greve (CNG) do ANDES-SN um dos mais fortes já ocorridos nas Ifes. A expectativa agora é intensificar as ações de mobilização para pressionar o governo a abrir negociação com a categoria. O governo suspendeu, sem justificativas, a reunião com o ANDES-SN e demais entidades do setor da educação, agendada para o dia 28 de maio.


ANDES-SN e APESJF promovem Seminário de Sindicalização nos IFEs

Nos dias 2 e 3 de junho será realizado na sede da APESJF o Seminário de Sindicalização dos Institutos Federais de Ensino Técnico e Tecnológico. No último CONAD do ANDES-SN, foi destacada a necessidade da discussão do caráter das novas Instituições Federais de Ensino e sua participação no movimento sindical.

O seminário tem como objetivo ampliar a base de sindicalização do ANDES, assim como definir novas estratégias de atuação nos IFEs.

Confira a programação abaixo:

2/06: Sábado

9 h: Concepção sindical e a política de sindicalização dos docentes nas instituições de ensino superior do ANDES/SN
9h e 30min: Relação entre Andes/SN e SINASEFE e a questão de organização sindical da base docente
10 h: Debate
12h: Almoço
13h e 30min: Relato de organização sindical Multi-campi e multi institucional
14h e 30min: Debate
16h: Relatos de experiências de conflitos de base
17h às 19h: debate.

3/06: Domingo

9h às 13h: Plenária: Elaboração de estratégias de preservação e ampliação do Andes/SN nos IF


Recesso

A APESJF informa que não haverá atividades no sindicato na sexta feira, 08/06, devido ao recesso no calendário da UFJF decorrente do feriado de Corpus Christi, no dia 07/06.

Retornaremos ao expediente normal no dia 11/06.