Delegação da APES participa do 63° Conad do ANDES-SN

  • Reading time:3 mins read

Começou ontem, 28 de junho, o 63° Conad, em Fortaleza (CE), e o tema central desse encontro é “Por um projeto classista e democrático de educação pública: em defesa da gratuidade, autonomia e liberdade acadêmica”. A discussão se coloca como fundamental em um contexto no qual a categoria tem sofrido inúmeros ataques, com projetos de leis que visam cercear a liberdade dentro da sala de aula, além das inúmeras reformas que prejudicam todo o setor da educação.

A delegação da APES nesse Conad é composta por: Rubens Luís Rodrigues, presidente da APES (delegado); Marina Barbosa, primeira secretária da APES (suplente); e pelos observadores Augusto Santiago Cerqueira, Raquel Von Randow Portes, Lisleandra Machado e Giselle Moraes Moreira. Segundo o Professor Rubens, “o 63º CONAD se inicia com o objetivo de atualizar nossas lutas para o segundo semestre. Nossa expectativa é de que possamos realizar um debate proveitoso em torno da defesa dos direitos do servidor público e dos interesses da categoria. Essa organização é central para mobilizarmos os/as docentes frente a desafios colocados na conjuntura”.

No primeiro dia do Conad, a nova diretoria do ANDES-SN para o biênio 2018-2020 tomou posse. Assim como o restante do encontro,ela foi realizada na Universidade Estadual do Ceará (UECE), Campus Itaperi, sediado pela Seção Sindical dos Docentes da Uece (Sinduece-Ssind). No site da entidade, Sâmbara Paula, presidente da Sinduece-SSind, afirma que é importante para uma universidade pública do nordeste, com a precarização de uma universidade estadual, receber um evento nacional do ANDES-SN, para poder mostrar sua realidade às outras seções sindicais do país. “Esperamos socializar nossas dificuldades e lutas com os docentes dos outros lugares do país”, conta a docente. “Nesse período de ataques aos direitos e de recrudescimento do conservadorismo, eventos como esse são fundamentais para manter vivo e atuante o movimento docente”, completa Sâmbara.

Segundo informações da Sinduece, são esperados cerca de 300 professores de universidades das cinco regiões do país para os quatro dias de discussão.

Abertura do CONAD. Foto: Raquel Von Randow Portes

Posse da nova diretoria do ANDES-SN