Acompanhe a mobilização dos docentes em greve

  • por
Dia 18 de agosto é data dos Atos dos Servidores Públicos Federais nos estados. Em Juiz de Fora, a manifestação se realiza na rua Halfeld, 16h, em frente ao Banco do Brasil. Participe!

Acompanhe a agenda de mobilização do Comando Local de Greve

             

Comando Local de Greve segue se reunindo. Participe!

O Comando Local de Greve debateu na manhã dessa sexta feira os rumos do movimento e a crise orçamentária da UFJF e no IF Sudeste MG. Na reunião, o professor Marcus Vinícius Leite, delegado da APES no Comando Nacional de Greve, fez um relato sobre as atividades em Brasília.A reunião contou também com a presença do professor José Flávio de Melo Moura, da Faculdade de Administração e Ciências Contábeis da UFJF, conversando com o  CLG sobre questões relacionadas à elaboração do Projeto de Lei Orçamentaria Anual (PLOA) da UFJF e sobre as contas da UFJF que vêm sendo apresentadas à comunidade acadêmica pelo pró-reitor da planejamento e orçamento, Alexandre Zanini.
Conforme os esclarecimentos do professor, o PLOA tem sua elaboração iniciada em meados de março, anualmente, encerrando-se no mês de agosto, conforme calendário próprio da União. Assim sendo, percebe-se que há um espaço temporal para discussão do mesmo. Ainda em relação a elaboração do PLOA, o inicio de sua elaboração parte de um teto orçamentário delimitado pela União.
Em relação ao orçamento da UFJF e os cortes sofridos, o professor esclarece ainda que existem possibilidades de solicitação de créditos adicionais que podem ou não ser autorizados pela União.
Diante dos esclarecimentos obtidos durante a reunião, o Comando Local de Greve  reforça a importância da campanha ” Abre as Contas Reitor” e a participação de toda a comunidade acadêmica neste debate, tendo em vista que os relatórios, apresentados pela Administração Superior à comunidade acadêmica, são incompletos.Clique aqui para ver a matéria da APESTV com as atividades de greve na primeira semana do Movimento

CNG do ANDES-SN protesta na Câmara contra fim da gratuidade do ensino público

Os docentes do Comando Nacional de Greve (CNG) do ANDES-SN, em ato em conjunto com o Sinasefe e Fasubra, protestaram nesta quinta-feira (13) durante audiência pública da Comissão Especial que analisa a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 395/14. A proposta põe fim à gratuidade em cursos de especialização de instituições públicas no país, alterando a redação do inciso IV do artigo 206 da Constituição Federal, sobre os princípios do ensino, que garante “gratuidade do ensino público em estabelecimentos oficiais”.

Assim que a sessão foi iniciada, os docentes federais em greve exibiram as suas blusas com estampa da greve e levantaram cartazes com mensagens em defesa das instituições públicas de ensino, contra o corte orçamentário nas instituições federais de ensino (IFE), na ordem de R$11,7 bilhões, e exigindo diálogo com o Ministro da Educação, Janine Ribeiro.

Clique aqui para ler mais