Ataque à democracia: ANDES publica Notas de Repúdio contra nomeação de reitores na UFRGS e na UNIFESSPA

  • Reading time:2 mins read

A diretoria do ANDES-SN publicou nesta quinta-feira, 17 de setembro, uma nota de repúdio à nomeação do professor Carlos André Bulhões Mendes como reitor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Como foi noticiado pela APES, em mais um ataque à autonomia universitária e às suas instâncias democráticas, o governo Bolsonaro nomeou este professor como reitor da instituição, desrespeitando a decisão da comunidade acadêmica. A chapa do futuro reitor foi a menos votada, tanto na consulta acadêmica promovida pela UFRGS, quanto na do Conselho Universitário (Consun), que definiu a lista tríplice encaminhada ao Ministério da Educação (MEC). O atual reitor, Rui Oppermann, ficou em primeiro lugar.

No mesmo dia, a diretoria do ANDES manifestou também seu repúdio a nomeação do terceiro colocado da lista tríplice, o Professor Francisco Ribeiro da Costa, para reitor na Universidade Federal do Sul e Sudoeste do Pará – UNIFESSPA. O governo federal desrespeitou a decisão de 84,45% dos votos da comunidade acadêmica, que reelegeu para reitor o professor
Maurilio de Abreu Monteiro.

“Diante disso, o ANDES-SN repudia mais essa ofensiva contra a autonomia e a democracia das Universidades públicas e denuncia o desrespeito que tem sido recorrente neste governo. A indicação de reitore(a)s que não foram escolhido(a)s em primeiro lugar para comporem a lista tríplice apresentada pelos Conselhos Universitários fere a democracia e tem como consequência a criação de um espaço de intervenção e controle do governo nas universidades públicas.”

Leia Nota sobre a UFRGS aqui

Leia Nota sobre a UNIFESSPA aqui