ANDES-SN publica nota de solidariedade contra prisão de Paulo Galo e Géssica Barbosa

  • Post author:
  • Post category:noticias

A Diretoria do ANDES-SN publicou, nesta quinta-feira, 29 de julho, uma nota de solidariedade aos lutadores(as) sociais Paulo Galo e Géssica Barbosa, diante da prisão arbitrária que sofreram no dia 28 de julho. Paulo e Géssica foram presos ao comparecerem voluntariamente ao 11º Distrito Policial de Santo Amaro (SP), para dirimir dúvidas sobre a participação no ato político-popular que incendiou a estátua do bandeirante paulista Borba Gato.  

O incêndio foi uma ação do coletivo Revolução Periférica e, como afirma o ANDES-SN,”caracterizou-se como uma ação democrática de resistência e legítimo direito de rebelião diante da sacralização de um personagem que ajudou a dizimar os povos originários, quilombolas e que abusou das mulheres dessas populações”.

Paulo Galo tornou-se uma das vozes mais representativas do Brasil ao criar e liderar o Movimento dos Entregadores Antifascistas em meio à pandemia. O grupo reúne trabalhadores informais de todo o país e se destacou pela greve organizada em 2020, que denunciou a precariedade de suas condições de trabalho, chamou a atenção para a importância da categoria na pandemia e exigiu melhores condições por parte das grandes empresas para as quais oferecem serviços. Desde então, o movimento tem ido às ruas participar de protestos para defender a democracia e reivindicar direitos básicos. 

Géssica Barbosa é companheira de Paulo Galo, não participou do ato mas também foi presa. 

Dessa maneira, a prisão do casal sinaliza o silenciamento de vozes que têm se levantado para denunciar ações antidemocráticas e políticas de extermínio da população periférica.

Leia a nota na íntegra aqui