APES participa de evento da DIAAF sobre dia da mulher

  • Reading time:2 mins read

Nesta quinta-feira, 15 de março, a APES participou de uma mesa-redonda organizada pela Diretoria de Ações Afirmativas da Universidade Federal de Juiz de Fora (Diaaf-UFJF), voltada para as comemorações do Dia Internacional da Mulher.
              O tema da mesa foi “Dia Internacional da Mulher: desafios da UFJF”. Mas foi impossível que os discursos, tanto da abertura quanto das convidadas, não falassem sobre o assassinato da vereadora do PSOL, Marielle Franco, e do momento social e político no Brasil.
       Segundo uma das organizadoras, a psicóloga do Diaaf-JF, Patrícia Sá de Almeida, o evento pretendia “abarcar, dentro do possível, as representatividades do universo feminino, para pensar quais são os desafios e as possibilidades que elas enfrentam aqui na UFJF. Então, diferente de outros eventos que privilegiam questões teóricas, o objetivo foi trazer as vivências de cada uma dessas mulheres, em particular, mas que reflete a vivência coletiva das pessoas”.
        Para representar esta diversidade, as participantes da mesa foram: a técnico-administrativa em educação da UFJF, Letícia Miranda Fracetti, que trouxe um pouco da sua experiência como deficiente física e como servidora da UFJF; a aluna Bruna da Silva Rocha, que trouxe questões sobre inclusão da comunidade LGBT e negra na academia; e a servidora terceirizada do Restaurante Universitário, Gislene Claudina da Silva, que abordou as adversidades e o respeito às diversidades. O evento foi encerrado com a apresentação de Thalita de Cássia Reis Teodoro – doutoranda em Educação pela UFJF. Nas palavras de Thalita, sua performance expressa a população negra, as linhas imaginárias e tão presentes que separam a parte pobre de uma cidade e a parte rica, além de envolver os presentes na dança e na discussão.