APES participou de encontro do ANDES-SN sobre EBTT

  • Reading time:2 mins read

O Encontro Nacional do ANDES-SN sobre a carreira EBTT e o Ensino Básico das Instituições Federais de Ensino Superior teve, de acordo com o Professor Jalon de Morais, representante da APES no evento, uma boa dinâmica de debates, que foram organizados em mesas com palestrantes convidados. “Desde a abertura do encontro, as falas remeteram a tudo já passado por nós, trabalhadores da educação, nestes últimos meses, como criminalização, agressões, corte de recursos, dentre outros, nos levando a perceber a importância do evento”.
Mesas de debates
Jalon relata que foram organizadas 5 mesas. A primeira teve como tema a autonomia e financiamento das instituições de ensino superior, onde os palestrantes Saulo Silva (Codap-UFS) e Emerson Monte (ANDES-SN) fizeram uma abordagem histórica sobre modelos de instituições de ensino superior e a realidade de nosso País.
A mesa 2 discutiu ponto eletrônico e controle do trabalho docente. As Professoras Marisa Rocha (Cefet-RJ) e Maurienne Freitas (UEPB) buscaram mostrar, levando em consideração uma série de documentos, a não necessidade do ponto eletrônico para a carreira de magistério EBTT. 
A mesa 3, composta pelas professoras Renata Flores (CAP-UFRJ) e Rosineide Freitas (UFRJ), tratou do tema carreira EBTT e RSC. As duas professoras direcionaram apresentação para carreira única proposta pelo ANDES-SN e foram discutidos os pontos positivos e negativos do reconhecimento de saberes e competências (RSC).
A mesa 4 teve o Future se como tema da apresentação das professoras Raquel Dias (ANDES-SN) e Rúbia Vogt (UFRGS), que mostraram como o Future-se é mais um elemento que compõe as contrarreformas, direcionadas por organismos internacionais como o Banco Mundial a Países como o Brasil. 
A mesa 5, composta pela professora Luíza Colombo (Colégio Pedro II-RJ) e pelo professor Fernando Lacerda (ANDES-SN), tratou do tema militarização das escolas. Os palestrantes apresentaram um retrospecto com relação à militarização de escolas no País. 
Encaminhamentos 
No domingo, grupos de trabalho foram formados para discutir e produzir os encaminhamentos, que estarão em um relatório que será produzido e enviado para a base do ANDES-SN, buscando avançar no debate.