APES publica Nota sobre Precarização do ERE na UFJF

  • Reading time:1 mins read

Professores e professoras da UFJF não poderão mais gravar suas aulas remotas síncronas na plataforma Google, já que a empresa decidiu, de forma unilateral, por desativar tal recurso. É importante lembrar que a resolução que regulamenta o Ensino Remoto Emergencial da UFJF estabeleceu a obrigatoriedade da gravação dos encontros síncronos realizados com os e as discentes. Portanto, a partir de agora, professores e professoras terão que encontrar alguma alternativa para realização da gravação e disponibilizar posteriormente para suas turmas.
Segundo e-mail institucional enviado pela UFJF, existem algumas alternativas possíveis para realizar a gravação da reunião. Mas tal procedimento traz a necessidade de adequação dos e das docentes a essa nova realidade justamente no atual período em curso.
A APES repudia tal ação unilateral promovida pela empresa Google e ressalta que é necessário que a UFJF garanta o apoio aos professores e professoras nesse momento, indicando alternativas viáveis e que não necessitem de adequação de equipamentos utilizados pelos professores e professoras.