APES se posiciona contrária a Política de Inovação da UFJF

  • Reading time:2 mins read

Como encaminhado pela Assembleia Docente, a APES apresentou à reitoria da UFJF o posicionamento da categoria sobre a proposta de regulamentação da política de inovação da universidade.

Em seu posicionamento, a APES destaca, entre outros pontos, que o Marco Legal de Ciência, Tecnologia e Inovação (MLCTI) de 2016 aprofunda a transferência de recursos públicos para entes privados, introduz de forma indevida a missão de inovação tecnológica para as Instituições de Ensino Superior Públicas, permite o uso da infraestrutura pública para fins privados e aprofunda a flexibilização do regime de Dedicação Exclusiva.

Quanto a implementação do marco na UFJF, a APES criticou o estímulo a “cultura do empreendedorismo”, o aprofundamento da privatização da instituição e o contexto desfavorável no qual a proposição se apresenta – uma conjuntura de crise econômica, ataques ao serviço público e de apresentação do programa Future-se, que poderá destruir a universidade e a pesquisa públicas brasileiras.

Leia o posicionamento da íntegra