APESJF visitou campus de Governador Valadares

  • por

7585_628938987121465_1977137334_n

As professoras Clarice Cassab e Amanda Pinheiro da diretoria da APESJF estiveram, juntamente com o assessor jurídico do sindicato, Leonardo de Castro, no campus avançado de Governador Valadares visitando docentes, apresentando o sindicato e realizando filiações. Muitos professores puderam ainda tirar dúvidas a respeito de questões jurídicas e sobre a nova lei de carreiras. O encontro se realizou no dia 3 de abril no prédio onde funciona o campus. Estiveram presentes 25 docentes dos diferentes cursos.
Inicialmente foi feita a apresentação do sindicato destacando sua história de luta e seu organograma político. Também foi feito um breve relato e avaliação sobre a última greve e a assinatura do acordo que resultou na nova Lei de Carreira. As docentes falaram também sobre o ANDES-SN, os debates ocorridos no último congresso, os principais pontos do plano de lutas do setor das federais, e as lutas iminentes: carreira, condições de trabalho, lei de greves, EBSERH.
Os professores puderam fazer suas colocações e levantaram questões relativas ao estágio probatório, à relação com a sede da administração superior, sobre as condições de trabalho nas instalações onde os cursos estão funcionando. Sobre isso se destacou a existência de apenas uma sala para abrigar todos os professores, o desconforto provocado pela passagem do trem próximo ao fundo do prédio, causando trepidamentos, prejudicando não apenas as aulas mas a existência de laboratórios, etc.
Para a professora Amanda Pinheiro, a visita se mostrou fundamental tanto por uma aproximação do sindicato com os docentes, quanto por uma maior compreensão das dificuldades pelas quais eles passam “Observa-se uma expansão precarizada principalmente pela ausência de uma infraestrutura que garanta ao mesmo tempo condições dignas e autônomas de trabalho, além da falta de novas vagas docentes para atender a demanda dos cursos. Neste sentido, estamos convictos da importância da APES na luta pela qualidade do trabalho de pesquisa, ensino e extensão para os docentes da UFJF e do IF Sudeste MG”, ressaltou.
A professora Clarice Cassab afirmou que os problemas enfrentados pelos docentes de Governador Valadares somam-se àqueles que compõem as grandes bandeiras de luta do sindicato: carreira e condições de trabalho. “Por essa razão é que esses docentes se somam à luta da categoria. Além disso, a expansão da universidade para GV também coloca um novo desafio ao sindicato que é pensar-se numa estrutura de multicampi”.
Ela explica que os temas e pautas levantados pelos docentes serão agora tratados no âmbito da diretoria para que então possam ser determinados os encaminhamentos a serem tomados pelo sindicato.