Assembleia aprova construção da greve dos SPF por reajuste salarial, paralisação no dia 18 e ações de defesa da segurança sanitária dentro da UFJF e do IF Sudeste MG

  • Reading time:3 mins read

Assembleia aprova construção da greve dos SPF por reajuste salarial, paralisação no dia 18 e ações de defesa da segurança sanitária dentro da UFJF e do IF Sudeste MG

Professores e professoras da UFJF e do IF Sudeste MG, reunidos em assembleia no início da noite de quinta-feira, 13 de novembro, decidiram aderir à construção da greve unificada dos Servidores Públicos Federais, tendo como pauta a reposição salarial, com índice a ser definido pelo Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais. Dentro das reivindicações também estão a rejeição a PEC 32, que impõe a reforma administrativa; melhores condições de trabalho e a derrubada da Emenda Constitucional 95, que institui o teto de gastos. Os docentes incluíram também a construção de uma pauta específica do setor da educação.

Uma comissão de mobilização foi formada, tendo como participantes os docentes Augusto Cerqueira, Zuleyce Lessa, Marina Barbosa, Lisleandra Machado, Jean Ramos e Rubens Luiz Rodrigues. A APES relembra que a participação nas reuniões da comissão será aberta a professoras e professores da base do sindicato.

Volta do ensino presencial na UFJF

A assembleia debateu a situação preocupante do ensino presencial dentro da UFJF e do IF Sudeste MG frente à explosão dos números da Covid 19 e a nova variante Ômicron. Apenas em janeiro, foram 60 casos reportados no aplicativo Busco Saúde da UFJF, mostrando um severo aumento no número de infectados.

Os docentes decidiram centrar, na comissão de mobilização, as ações referentes também à defesa da segurança sanitária de professores e professoras. Foram aprovados uma série de encaminhamentos a essa comissão, no sentido de continuar e intensificar a luta em defesa da vida, principalmente frente ao atual cenário de descontrole da pandemia. Houve um entendimento claro da impossibilidade de desenvolvimento de atividades presenciais no atual momento, da intensificação de ações em defesa da vida e da necessidade de ampliação do diálogo com professores e professoras.

Informes

A assembleia contou ainda com a análise de conjuntura feita pela diretoria, com informes sobre a questão da resistência à contrarreforma do Ensino Médio no João XXIII; sobre o processo de retorno presencial no IF Sudeste MG, e sobre a atuação dos representantes da APES em Brasília, durante a jornada de lutas contra a PEC 32.

Homenagem

A diretoria prestou também uma homenagem ao professor Gilvan Procópio Ribeiro, por sua contribuição à luta docente, tanto na base, quanto em suas duas participações na diretoria da APES, ocupando numa delas o cargo de presidente do sindicato.