Assembleia da APES reafirma posição contrária à volta presencial na UFJF

  • Reading time:3 mins read

Professoras e professores da UFJF e do IF Sudeste MG, reunidos em assembleia virtual, no final da tarde de quinta-feira, 16 de setembro, reafirmaram a posição, já aprovada em assembleias anteriores, de defesa do retorno presencial somente com ampla vacinação e controle da pandemia no país. Dentro desta deliberação, indicaram que a APES deve continuar e intensificar o desenvolvimento de ações, junto às entidades da UFJF, Sintufejuf e DCE, no que se refere à defesa de condições sanitárias e de condições de trabalho para professoras e professores, além da ampliação do diálogo com os docentes que estão desenvolvendo atividades presenciais.

Para a representação da APES no 13º CONAD Extraordinário, a assembleia indicou os nomes do professor Leonardo Silva Andrada, como Delegado, e das professoras Nayara Rodrigues Medrado, como primeira suplente/observadora, e Lisleandra Machado, como segunda suplente/observadora.

A assembleia contou ainda com informes sobre a reunião da APES com a Reitoria para debater o questionário do Plano de Desenvolvimento Institucional; sobre as ações do sindicato para coletar as experiências de professores e professoras que já estão em atividades presenciais; sobre os debates e trâmites, em voga no CA João XXIII, Campus GV e no IF Sudeste MG, em relação à volta ao ensino presencial; sobre as razões que levaram à redação da nota crítica da APES em relação à volta do ensino presencial em Juiz de Fora; sobre a participação da APES nos atos de rua, em defesa da educação e da democracia, e sobre a luta contra a PEC 32, da reforma administrativa. 

Sobre a reunião do Consu que decidiu pela volta presencial, a diretoria informou que não houve tempo para realização de uma assembleia. “Até tentamos alongar o debate para que pudéssemos ter a assembleia antes da decisão, mas fomos voto vencido e tivemos que defender a posição, contrária à volta presencial, já aprovada em assembleias anteriores”, disse Augusto Cerqueira, da direção da APES 

A Diretoria da APES lamentou, na assembleia, o falecimento do professor José Carlos Rodrigues, ex-presidente da APES na gestão 2002/2004, saudando seu trabalho de militância em defesa da educação.

A assembleia teve também a análise de conjuntura da diretoria, a cargo do professor Leonardo Andrada, que tratou das condições políticas atuais em meio à ameaça golpista do presidente da república.