Assembleia delibera rediscussão de plano de saúde para março

  • por

unimed

A assembleia realizada na quinta-feira, 16 de janeiro, deliberou pela rediscussão acerca do plano de saúde da APES. Dada a complexidade do tema e os vários aspectos envolvidos foi aprovada a divulgação de um texto com a proposta apresentada e o histórico da questão, que será enviado aos sindicalizados.

Os representantes da UNIMED estiveram presentes, apresentando a proposta de criação de um novo plano na carteira da APES, descartando a reabertura do contrato atual para novas adesões.

A proposta inclui alguns incentivos como a livre escolha do prestador, o benefício família, possibilidade de agregados em planos diferentes do titular, isenção de carência para inscritos até 60 dias da assinatura e para reajustes futuros a análise conjunta dos dois planos e bem como dependentes até 30 anos. Todavia, a nova metodologia de cálculo para reajustes anuais inclui, além da sinistralidade, um índice financeiro (o IGP-M) e a estimativa de elevação de preços.

Por isso, os docentes consideraram a proposta pouco atrativa. Um dos sindicalizados fez uma contra proposta em que a UNIMED apresentaria um valor per capita para o novo plano de saúde. Além disso, comparada com o atual plano da UNIMED com a UFJF, os valores serão em média 17% maiores.

Assim, a decisão final ficou para uma nova assembleia, com previsão para março. Caso não haja um consenso nesta ocasião, há possibilidade da APES entrar na justiça contra a UNIMED exigindo a reabertura do atual plano, a manutenção dos valores e novas adesões.

Veja aqui a APES TV sobre a assembleia.