Ato contra Reforma da Previdência reúne sindicatos e organizações em Juiz de Fora

  • Reading time:2 mins read

Na tarde da última segunda-feira, 19 de fevereiro, representantes de sindicatos e movimentos sociais estiveram reunidos na Praça da Estação em um ato Contra a Reforma da Previdência. A manifestação é parte de uma mobilização nacional e, em Juiz de Fora, foi organizado pelo Fórum Sindical e Popular.
Durante o ato, Rubens Luiz  Rodrigues, Diretor da APES,  afirmou que “já estamos nessa luta há bem mais de um ano. São muitas greves, são muitas paralisações, mas o que fica é a continuação do compromisso que a gente tem com a população brasileira. Um compromisso que passa pela ampliação dos direitos a saúde, educação, moradia e ao trabalho. As melhores condições possíveis para o povo. Já basta de quererem impor uma política que só beneficia os grandes proprietários e ruralistas. Por isso estamos aqui, mais uma vez, pra dizer que vamos permanecer na luta até o momento em que sepultar essa reforma da previdência, e buscar a partir daí uma ampliação dos direitos da população brasileira.”
A professora Lorene Figueiredo, da Faculdade de Pedagogia da UFJF, fez uma saudação aos Movimentos Sociais que estavam mais uma vez na rua contra a retirada de direitos: “Nós estamos aqui para dizer não à reforma da previdência. Os trabalhadores desse país não vão trabalhar até morrer, se recusam a ter uma vida ainda mais indigna do que esses governos já têm imposto à classe trabalhadora. Nós estamos aqui para dizer não à exploração desmedida do capital.”
O ato subiu em passeata pela rua Halfeld até a Câmara Municipal de Juiz de Fora.