Aumenta o número de instituições federais de ensino em greve

  • Reading time:4 mins read

No segundo dia da greve iniciada pelos docentes das instituições federais de ensino, mais seis locais aderiram à mobilização convocada pelo Sindicato Nacional dos Docentes de Ensino Superior (ANDES-SN). “Em poucos momentos da nossa história começamos uma greve com tanta força como estamos agora”, avalia o 2º vice-presidente da Regional Rio Grande do Sul, Carlos Alberto da Fonseca Pires, que está em Brasília participando do Comando Nacional de Greve (CNG).

A partir de sexta-feira (18) também paralisaram suas atividades os docentes da Universidade Federal do Recôncavo Baiano, da Universidade Federal de Pernambuco, da Universidade Federal do Acre e das seções sindicais de Juazeiro, da Universidade Federal do Vale do São Francisco; e de Catalão, da Universidade Federal do Goiás.

Deliberaram entrar em greve na segunda-feira (21), por exemplo, a Universidade de Brasília e a Universidade Federal de Juiz de Fora. Os docentes da Universidade Federal Fluminense vão paralisar a partir da terça-feira (22). “Quem estava em dúvida se era oportuno entrar na greve, agora, devido à força inicial, tem decidido pela paralisação”, analisa Pires.

Durante o dia 17, o CNG aprovou uma nota em que fazem um balanço do primeiro dia e apontam as razões da paralisação. Para o CNG, a força dos primeiros dias de paralisação “demonstra de forma contundente e inequívoca a indignação que tomou conta da categoria depois tantas tentativas de negociação com o governo sem resultados concretos.. A precarização das condições de trabalho nas instituições federais de ensino vem se agravando dia a dia com falta de professores, de salas de aula, de laboratórios e até mesmo materiais básicos para funcionamento”.

A nota do CNG, na íntegra, pode ser lida aqui.

Confira a lista das Instituições Federais de Ensino / Seções Sindicais em greve dos docentes do dia 18/05*

1- Universidade Federal do Amazonas (ADUA)
2- Universidade Federal de Roraima (SESDUF-RR)
3- Universidade Federal Rural do Amazonas (ADUFRA)
4- Universidade Federal do Pará /Central (ADUFPA)
5- Universidade Federal do Pará /Marabá (SINDUFPA-MAR)
6- Universidade Federal do Oeste do Pará (SINDUFOPA)
7- Universidade Federal do Amapá (SINDUNIFAP)
8- Universidade Federal do Maranhão (APRUMA)
9- Universidade Federal do Piauí (ADUFPI)
10 – Universidade Federal do Semi-Árido (Mossoró) (ADUFESA)
11 – Universidade Federal da Paraíba (ADUFPB)
12 – Universidade Federal da Campina Grande/ Patos (ADUFCG-PATOS)
13 – Universidade Federal da Campina Grande/ Cajazeiras (ADUC)
14 – Universidade Federal de Campina Grande (ADUFCG)
15 – Universidade Federal Rural de Pernambuco (ADUFERPE)
16 – Universidade Federal de Alagoas (ADUFAL)
17 – Universidade Federal de Sergipe (ADUFS)
18 – Universidade Federal do Triângulo Mineiro (ADFMTM)
19 Universidade Federal de Uberlândia (ADUFU)
20 – Universidade Federal de Viçosa (ASPUV)
21 – Universidade Federal de Lavras (ADUFLA)
22 – Universidade Federal de Ouro Preto (ADUFOP)
23 – Universidade Federal de São João Del Rey (ADFUNREI)
24 – Universidade Federal do Espírito Santo (ADUFES)
25 – Universidade Federal do Paraná (APUFPR)
26 – Universidade Federal do Rio Grande (APROFURG)
27 – Universidade Federal do Mato Grosso (ADUFMAT)
28 – Universidade Federal do Mato Grosso / Rondonópolis (ADUFMAT-ROO)
29 – Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (ADUR-RJ)
30 – Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (SINDFAFEID)
31 – Universidade Tecnológica Federal do Paraná (SINDUTF-PR)
32 – Instituto Federal do Piauí (SINDCEFET-PI)
33 – Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (SINDCEFET-MG)
34 – Universidade Federal do Recôncavo Baiano (APUR)
35 – Universidade Federal do Vale do São Francisco/Juazeiro (SINDUNIVASF)
36 – Universidade Federal de Pernambuco (ADUFEPE)
37 – Universidade Federal do Acre (ADUFAC)
38 – Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (ADUNI-RIO).
39 – Campus de Catalão da Universidade Federal do Goiás (ADCAC)

 

* de acordo com último balanço realizado com informações enviadas ao Sindicato Nacional até às 17h do dia 18/5.

 

Fonte: ANDES-SN