Comissões que discutem a retomada dos trabalhos na UFJF seguem em atividade

  • Reading time:3 mins read

As Comissões da UFJF, que discutem a retomada do trabalho na instituição, seguem se reunindo com participação da APES, em conjunto com integrantes do Conselho Superior.
Na última quinta feira, a Comissão Acadêmica de Ensino Superior se reuniu e, segundo Rubens Luís Rodrigues, um dos representantes da APES, “houve o relato dos trabalhos que estão sendo desenvolvidos junto às Pro Reitorias de Extensão, de Pós Graduação e Pesquisa e a de Graduação, no sentido da apresentação de propostas que dêem consequência ao encaminhamento das ações de médio prazo”.
Ele explica que a comissão definiu um calendário que tem o dia 24 de julho como data para o envio, aos membros da comissão, da minuta de documentos referentes às ações dessas Pro Reitorias. “Especialmente na de Graduação, porque há um entendimento de que é necessário avançar no sentido da construção de calendários de retorno dos trabalhos na UFJF”. Dentro do calendário proposto, os dias 27, 28, 29 e 30 de julho servirão para dar prosseguimento e finalização dos trabalhos.
Comissão de infraestrutura e saúde de Governador Valadares também contou com atividades no mesmo dia, realizando os informes sobre os trabalhos no Campus Sede e sobre compra de EPIs. Ainda, na pauta, a análise dos dados do diagnóstico situacional do Campus e a elaboração do protocolo de Biossegurança do Campus GV, além dos Encaminhamentos para a Direção Geral e Direção de Unidades.
As  Comissões de Condições de Trabalho e Gestão de Pessoas de Governador Valadares e de Juiz de Fora também se reuniram. A primeira na quarta feira, 15 de julho, e a segunda no dia 16.
Na segunda e na quarta feira, dias 13 e 15 de julho, a Comissão de Educação Básica reuniu-se para apreciar as propostas da Congregação do C.A.João XXIII para a implantação do Ensino Remoto Emergencial.
A Direção do Colégio  apresentou um documento base para o debate, contendo o histórico das discussões ocorridas no João XXIII e um esboço da minuta escrito internamente a partir dos princípios apresentados pela Congregação. Os documentos foram discutidos e modificados detalhadamente, por isso, a necessidade de nova reunião no dia 15. Foi decidido criar uma subcomissão para a redação final da Minuta e para a construção do texto de análise da Comissão.  A reunião para aprovação final do documento foi nesta segunda-feira, dia 20 de julho, às 9h.