Comitê em Defesa do HU divulga nota pela democracia na UFJF

  • Reading time:2 mins read

Em 2012 a UFJF anunciou investimentos federais da ordem de R$ 530 milhões. Enquanto isso, o Hospital Universitário está reduzindo seus serviços ficando sob ameaça de interrupção total de suas atividades de atendimento à população de Juiz de Fora e região e de formação acadêmica. Por que é possível a captação de recursos significativos para novos empreendimentos, mas não para a manutenção de uma das principais unidades da UFJF que executa relevante papel social e pedagógico?
A Administração Superior da Universidade Federal de Juiz de Fora, que anunciou um corte de recursos por parte do Governo Federal, precisa vir a público explicar a situação em que se encontra o hospital universitário, já que o Orçamento da União pra 2013 prevê R$ 64 milhões para o HU/UFJF.
A falsa solução da adesão á Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH) já foi repudiada pela comunidade acadêmica por um plebiscito com participação de quase mil pessoas em que mais de 80% delas rejeitou esta opção.
Exigimos que o Reitor Henrique Duque respeite a democracia e o plebiscito realizado, mesmo método de consulta pública que o elegeu duas vezes para seu mandato como dirigente máximo da UFJF, e encaminhe ao Conselho Superior o referendo de seu resultado e os detalhes da situação orçamentária do HU.

APES e SINTUFEJUF / Comitê em Defesa do HU