Consu da UFJF decide manter concursos e garantir direitos de docentes e TAE

21/02/20

Em reunião realizada ontem, 20 de fevereiro, o Conselho Superior (Consu) da UFJF discutiu as implicações das recentes determinações do MEC, que impedem o suprimento de cargos e as despesas com progressões, auxílios e gratificações, dentre outros direitos, de docentes e técnico(a)s administrativo(a)s em educação nas IFE.

O Consu da UFJF decidiu dar provimento aos concursos, bem como às seleções de professores substitutos e visitantes já realizados, e encaminhar os editais já previstos, que correspondem a vagas já demandadas. A UFJF recebeu 50 vagas para Magistério Superior, 5 para EBTT, 30 para TAE nível D e 10 para TAE nível E.

O Consu decidiu também manter todos os direitos trabalhistas, sem suspensão de progressão ou promoções.

Segundo Marina Barbosa, representante da APES no Conselho, “nossa posição nesta reunião foi que essa é a decisão correta e vai ao encontro da autonomia da instituição e da sua defesa. Em tempo de ataques e interesse em sua destruição por parte do governo, manter seu funcionamento respeitando os parâmetros institucionais e as carreiras é condição para que a universidade se mantenha viva.”

APESJF