Delegados aprovam Centralidade da Luta para 2013

  • por

Eixo irá pautar as lutas do Sindicato Nacional para 2013

A plenária que debateu o Tema 2 definiu a Centralidade da Luta do Sindicato Nacional e de suas Seções Sindicais para o ano de 2013. O texto-resolução 5 (TR-5) “Centralidade da Luta”, da diretoria do ANDES-SN  foi aprovado com modificações pelos delegados do 32º Congresso.  Foram apresentadas 14 propostas de alteração do texto, aprovadas nos grupos mistos.

Os congressistas entenderam que era importante acrescentar o caráter gratuito da educação, já apontado como público no texto original.Também afirmaram a necessidade de assinalar a expressão “salários dignos” no TR-5.

“Estamos neste momento sofrendo ataques que visam claramente descontruir o caráter público e gratuito da Educação, assim como da Ciência e Tecnologia, a partir de uma visão que reduz os temas dessas duas áreas a um mero insumo do modelo econômico em vigor. Ou seja, só tem importância aquilo que agrega valor ao sistema capitalista”, explica Marinalva Oliveira, presidente do ANDES-SN.

Para entrar nesse enfrentamento, de acordo com Marinalva, a carreira, as condições de trabalho, salário numa órbita e a organização da categoria no seu sindicato e inserido numa frente de unidade classista, são essenciais para a luta. “Os delegados compreenderam isso e aprovaram o eixo que irá nortear as ações do ANDES-SN em 2013”, concluiu.

A redação final do texto que regerá a Centralidade da Luta do Andes-SN ao longo deste ano foi assim definida:

“Defesa do caráter público e gratuito da educação, condições de trabalho, salários dignos e carreira para os docentes, ampliando a organização da categoria no ANDES-SINDICATO NACIONAL e a unidade classista dos trabalhadores”.

*Com colaboração de Silvana Sá

 

Fonte: ANDES-SN