Docentes definem Plano de Comunicação

  • Reading time:2 mins read
Durante o debate na Plenária de Políticas Sociais os delegados do ANDES-SN aprovaram eixos de intervenção do Sindicato Nacional na disputa pela democratização da comunicação. Nos últimos anos, a entidade avançou na formulação e aplicação do Plano Nacional de Comunicação, voltado às questões internas do sindicato.Agora, o texto aprovado aponta os pilares de atuação do ANDES-SN nas políticas de comunicação junto a outras entidades e movimentos sociais. A luta para que o Artigo 222 da Constituição Federal seja aplicado, para impedir a formação dos monopólios da comunicação, é uma das prioridades aprovadas.O texto votado pelos congressistas traz ainda outros dez direcionamentos como a defesa da utilização de software livre e código aberto; o estabelecimento de mecanismos de controle social e responsabilização quanto a violações de direitos humanos, a democratização dos sistemas de transmissão; a defesa de mecanismos democráticos na comunicação que assegurem a diversidade étnica, racial, de gênero, orientação sexual, pessoas com deficiência, de classes sociais, religiosa e regional; e a inclusão de componentes curriculares para a educação básica e superior que propicie uma reflexão crítica sobre a mídia, entre outros.

Fonte: ANDES-SN