Deputados aprovam terceirização e trabalhadores preparam resistência

  • Reading time:4 mins read

Deputados aprovam terceirização e trabalhadores preparam resistência

            Em meio a um país agitado pela destruição promovida pelas reformas trabalhista e previdenciária, escândalos em frigoríficos e outras mazelas atuais, deputados aprovaram na terça feira, 22 de março, de forma sumária, o PL 4302 que permite terceirização de todas as atividades de trabalho. Um verdadeiro atentado contra os direitos trabalhistas, que rasga a CLT e aumenta a precarização e a exploração. Em reação a mais este golpe e a todo o conjunto de ataques, trabalhadoras e trabalhadores de todo o país se mobilizam para a resistência. Em Juiz de Fora, o Fórum Sindical e Popular, que reúne entidades e movimentos sociais, incluindo a APES, está convocando todos para um ato no dia 28 de março, terça feira, às 15h30 no Parque Halfeld.

   “A medida, aprovada a toque de caixa na câmara dos deputados, se configura como mais um golpe aos direitos da classe trabalhadora. Permite a terceirização de atividades fins e expressa a precarização das condições de trabalho, o que revela o descompromisso do governo com os interesses da população brasileira, sobretudo em termos do direito do cidadão à educação e à saúde com qualidade”, afirmou Rubens Luiz Rodrigues, Presidente da APES.

Confira, clicando aqui, análise inicial da Assessoria Jurídica da APES sobre o Projeto de Lei nº 4.302/98

            Setores do ANDES aprovam semana de mobilização entre 27 e 31 de março

Reunidos no final de semana de 18 e 19 de março, o setor das Instituições Federais de Ensino (Setor das Ifes) e o Setor das Instituições Estaduais e Municipais de Ensino (Setor das Iees/Imes) do ANDES-SN aprovaram a realização de Semana Nacional de Mobilização contra a PEC 287/16 entre 27 e 31 de março; do “Dia nacional de luta contra a Reforma da Previdência e Trabalhista e em defesa dos Serviços Públicos” em 28 de março, nos estados e no DF, em frente às superintendências do INSS e na porta de postos de serviço do INSS nos municípios; e a realização de rodadas de assembleias até 7 de abril, pautando paralisação no período de votação em primeiro turno da PEC 287/16 com participação em caravana nacional em Brasília. Clique aqui para ler o relatório da reunião

            Centrais Sindicais se unem contra retirada de direitos

Nesta quinta-feira 23 de março, as Centrais Sindicais CUT, Força Sindical, UGT, CTB, Nova Central e CSP-Conlutas se reuniram, em caráter de urgência, na sede da UGT, em São Paulo para discutir iniciativas unificadas no sentido de barrar as medidas do governo Michel Temer (PMDB), que vão impactar profundamente os trabalhadores.
Na reunião ficou decidido um novo dia unificado de lutas, que será construído no mês de abril. Na próxima segunda-feira 27 de março, haverá uma nova reunião das centrais, de onde sairá a data exata dos protestos.

            APES promove visita às Unidades e participa de ato no dia 28

Dando cumprimento às deliberações do Setor, a APES vai promover, durante a semana de mobilização, uma série de visitas às unidades da UFJF e do IF Sudeste MG para a distribuição da Cartilha contra a Reforma da Previdência, documento produzido pela Seção Sindical, que analisa a questão. Clique aqui para ler a cartilha.
No dia 28, a APES organiza, em conjunto com o Fórum Sindical de Juiz de Fora, um ato contra a reforma da previdência, no Parque Halfeld às 15h30.

 

Docentes realizam assembleia na terça feira