>

Docentes do ANDES aprovam construção da greve em 2020

07/02/20

Docentes reunidos no 39º Congresso do ANDES aprovaram na manhã de hoje, 7 de fevereiro, a seguinte resolução: “Construir a greve das instituições federais de ensino e das universidades estaduais e municipais, envidando esforços para que seja conjunta a uma Greve do Setor da Educação (básica e superior)”.

Com quase 700 participantes no Congresso, docentes iniciaram ontem as plenárias deliberativas, com os debates sobre os planos de lutas dos Setores das Instituições Estaduais e Municipais de Ensino Superior (Iees/Imes) e das Instituições Federais de Ensino (Ifes). A intensificação da luta em defesa da carreira docente, do regime de dedicação exclusiva (DE), por recomposição orçamentária e garantia de recursos, por melhores condições de trabalho e no combate ao adoecimento da categoria foram algumas pautadas discutidas.

“Para responder aos ataques à educação pública, professores e professoras deliberaram pela construção da greve do ANDES. Saímos do Congresso animados para a luta, com o desafio de intensificar a mobilização e trabalhar para construção da greve da categoria”, afirmou Augusto Cerqueira, diretora da APES.

Com o tema central “Por liberdades democráticas, autonomia universitária e em defesa da educação pública e gratuita”, o 39º Congresso do ANDES-SN está sendo realizado na Universidade de São Paulo e segue até o dia 8 de fevereiro.

APESJF