Docentes em greve participam de marcha unificada em Brasília nesta terça (5)

Os professores federais em greve desde 17 de maio participam nesta terça-feira (5/6) da Marcha Unificada dos Servidores Públicos Federais, na Esplanada dos Ministérios, em Brasília. Caravanas com professores de todas as Instituições Federais de Ensino em greve são esperadas para o ato, que deve reunir cerca de 20 mil trabalhadores federais de todo o Brasil.

Após a marcha, será realizada uma plenária ampliada dos servidores, às 15h, na Esplanada, para votar a greve geral do funcionalismo federal, a partir de 11 de junho. Na tarde desta segunda (4), os SPF promovem uma coletiva de imprensa na sede do ANDES-SN para explicar os motivos que podem desencadear a maior greve da história do setor público.

Reivindicações dos servidores
A pauta de reivindicação inclui sete eixos, entre os quais o reajuste de 22,08% (referente à inflação e variação do PIB desde 2010), em conjunto com uma política salarial permanente, com reposição inflacionária, valorização do salário-base e incorporação das gratificações. Os servidores também pedem a implementação de negociação coletiva no setor público, com definição de data-base e o cumprimento, por parte do governo, dos acordos firmados e não cumpridos.

Além disso, os servidores vêm enfrentando a precarização das condições de trabalho e ataques aos direitos básicos, como a recente privatização da previdência, com a criação da Funpresp.

Na sexta-feira (1/6), o Fórum das Entidades Nacionais dos SPF participaram da oitava reunião do ano com representantes do Ministério do Planejamento, sem registrar avanços. Os dirigentes sindicais das 32 entidades dos servidores que compõem o Fórum propuseram a flexibilização do índice de reajuste reivindicado, mas ainda não obtiveram resposta do governo.

Professores em greve

A greve dos professores das Instituições Federais de Ensino completou 18 dias nesta segunda-feira (4). Desde a deflagração da paralisação nacional por tempo indeterminado em 17 de maio, docentes de 49 instituições já suspenderam as atividades. Veja aqui a lista atualizada.

O movimento é considerado pelo Comando Nacional de Greve (CNG) do ANDES-SN um dos mais fortes já ocorridos nas Ifes. A expectativa agora é intensificar as ações de mobilização para pressionar o governo a abrir negociação com a categoria.

“A palavra de ordem do nosso movimento agora, mais do que nunca, é negociação. Queremos o agendamento de reuniões com interlocutores credenciados, com urgência, para buscarmos uma solução positiva ao impasse estabelecido o mais rapidamente possível”, disse Luiz Henrique Schuch, 1º vice-presidente do ANDES-SN e representante do CNG.

Veja também:

– Greve completa 15 dias e professores federais intensificam mobilização

 

Fonte: ANDES-SN

Este post tem 4 comentários

  1. Cecelia

    I don’t know if it’s just me or if everyone else encountering
    problems with your blog. It appears as if some of the text on your posts
    are running off the screen. Can someone else please comment and let me know if this is happening to them as well?
    This may be a issue with my web browser because I’ve
    had this happen previously. Cheers

  2. bonus slot online

    Pretty! This was an incredibly wonderful article. Thank you for providing this
    info.

  3. Lawrence

    This is a fulltime, 12-month position and is housed inside Student Affairs and reports
    to the Athletic Director.

    My blog Lawrence

  4. agen slot bank jago

    Since the admin of this web site is working, no
    uncertainty very quickly it will be famous, due to its quality contents.

Deixe um comentário