Docentes paralisam em 02 e 03 de outubro

12/09/19

Foi realizada hoje, 12 de setembro, em Brasília, reunião do setor das IFES com a presença de 23 seções sindicais. Foi feita análise de conjuntura na qual foi reafirmada a necessidade de intensificar a luta em defesa da educação pública, da ciência e tecnologia e dos direitos da categoria.  Definiu-se que o passo central agora é construir a greve da educação de 48h nos dias 02 e 03 de outubro.

O objetivo é fazer com que greve seja construída com mobilizações que tragam visibilidade às atividades realizadas pelas instituições para a sociedade e atos de rua. O dia 03 também é dia de luta em defesa das estatais com mobilização e paralisações de outras categorias como correios e petroleiros. O calendário inclui também o dia 20 de setembro: “Todos nas Ruas contra a destruição do Brasil”, e 25 de setembro: “Marcha Pela Ciência no Congresso”.  

Segundo a Presidente da Apes, presente na Reunião, Marina Barbosa, “o ânimo de luta está crescente em toda base do ANDES.”

Assembleia da APES aprova greve de 48 horas

Em assembleia realizada ontem, na sede da APES, os docentes aprovaram a adesão à greve de 48h, indicando os dias 02 e 03 de outubro, sugestão que foi aprovada hoje no setor. Aprovaram também nomes para o Congresso da CSP Conlutas e deliberaram pela construção da pauta local de reivindicações com o apoio do Conselho de Representantes da Seção Sindical.

Acima, reunião do Setor em Brasília, abaixo assembleia da APES