Governo cancela, em cima da hora, reunião do GT sobre carreira

  • por

Na segunda tentativa de dar início às negociações para estruturação da carreira docente, no dia 27/10, o governo voltou a adiar a oficina GT. O anúncio do cancelamento foi feito na abertura da reunião por Marcela Tapajós, Secretária Adjunta de Relações do Trabalho do Ministério do Planejamento (MP). Com a justificativa de que não seria possível o comparecimento do Secretário de Relações do Trabalho do MP, Duvanier Paiva, que representava o governo em um compromisso em São Paulo, Marcela anunciou a impossibilidade da realização do GT, marcado para a tarde do mesmo dia.

O presidente da APES, Rubens Luiz Rodrigues, alertou sobre a forma que o governo está lidando com as negociações, “o cancelamento da primeira reunião do Grupo de Trabalho sobre Carreira que aconteceria no último dia 27 de outubro liga, definitivamente, o sinal vermelho do movimento docente em relação à forma como o Governo quer conduzir sua relação com as entidades.”

Ainda segundo Rubens, caso o governo continue agindo nessa direção, as chances de conquistar uma carreira que seja justa, que valorize as condições de desenvolvimento da trajetória do docente e que some direitos aos que dedicam uma vida para formar as futuras gerações vão se esvaziar numa lógica que pouco se coaduna com nossas lutas históricas. A próxima oficina GT ficou agendada para 11/11.

Fonte: APESJF