GREVE GERAL MOBILIZA TRABALHADORAS E TRABALHADORES EM TODO BRASIL

  • Reading time:4 mins read

Juiz de Fora e Governador Valadares também se manifestaram pelo direito de se aposentar.

Concentração da manifestação da Greve Geral em Juiz de Fora – Foto: Estela Loth/APES

A última sexta-feira, 14 de junho,foi marcada por mobilizações em todo país. A Greve Geral, convocada pelas centrais sindicais de maneira unificada, teve como pauta principal o repúdio à Reforma da Previdência (PEC 06/2019) e ao contingenciamento das verbas da educação pública.

Em Juiz de Fora, o ato foi realizado pela Frente em Defesa da Previdência Pública, formada por entidades e movimentos sociais da cidade. A concentração ocorreu às 9h da manhã do dia 14 em frente à Câmara Municipal. Saindo do Parque Halfeld, milhares de trabalhadoras e trabalhadores juizforanos seguiram em marcha pela Av. Rio Branco até a esquina com a Av. Francisco Bernardino. A manifestação contou com a presença de grupos de tambor e percussão.

Manifestantes descem a Av. Rio Branco – Foto: Estela Loth/APES

A adesão da APES foi aprovada em assembleia no último dia 05 de maio. Segundo a presidente da Apes, Marina Barbosa, a força dos trabalhadores nas ruas é a única possibilidade de se conquistar direitos e reverter os retrocessos impostos pelo governo. “estar na rua nesse dia, no Brasil inteiro, em greve geral, com manifestações é uma demonstração da nossa capacidade de resistência e da possibilidade de inverter esse quadro tão duro para os trabalhadores e para os estudantes”.

Marina lembra ainda que, nos dias 15 e 30 de maio, outras manifestações demonstraram a capacidade da população se organizar e resistir. “Acho que a gente deu demonstrações importantes no dia 15 e no dia 30,  e hoje a greve nacional está dando uma nova demonstração da capacidade de dizer em alto em bom som para o congresso nacional que se votar (a PEC 06/2019), não volta. Essa é a nossa consigna, nossa luta nesse momento e se a gente se unir e se mantiver na rua e firme, a gente vai reverter esse quadro.”

Governador Valadares

Ato em Governador Valadares – Foto: Frente Brasil Popular

Em Governador Valadares, o protesto iniciou por volta das 8h com concentração na portaria principal do Mercado Municipal. Em seguida, os manifestantes saíram em passeata por ruas do Centro da cidade realizando panfletagem e colhendo assinaturas contra a Reforma da Previdência.

Segundo o professor Lucas Pacheco, da UFJF-Campus GV, servidores, professores e estudantes dos campi da UFJF e IFMG participaram da manifestação, em conjunto com movimentos sociais da região como MST, MMC, MAB, Cáritas e outros sindicatos e centrais. Professoras e Professores da UFJF-Campus GV discutiram a participação na Greve Geral no último dia 11, em uma assembleia na qual a APES esteve presente.

De acordo com a direção local do Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação (Sind-UTE), a paralisação contou com adesão de 17 escolas em Governador Valadares e outras 26 em cidades da região, como Coroaci, Mantena, Galiléia, Aimorés, entre outras.