Live de vereador causa reações de sindicatos e entidades

  • Reading time:2 mins read

As declarações de um vereador de Juiz de Fora em uma live, realizada na sexta-feira, dia 26 de março, têm causado reações nos movimentos sindicais e estudantis  e nas redes sociais. Logo na parte da manhã a APES publicou e  enviou por email à Câmara Municipal, uma nota de repúdio ao vereador

 Durante a tarde, entidades sindicais e estudantis protocolaram, na Câmara Municipal, uma nota de repúdio, acusando, no discurso do representante municipal,  conteúdo homofóbico e discriminatório dirigido a estudantes, difamação a profissionais da Educação e servidores públicos, depreciação de instituições públicas e injúrias à guarda municipal, com acusações de apropriação indevida, inclusive.

 O documento pede que o texto seja lido em sessão da câmara, além da apuração dos fatos ocorridos e adoção de medidas cabíveis, “a fim de resguardar os segmentos atacados e as instituições, em particular esta casa legislativa, ferida com tão grave episódio”, diz o texto.Assinam a nota: Sinserpu, Sinpro, Sind-UTE, Sindicato dos Odontologistas, Sindicato dos Médicos, APES e DCE. 

Nas redes sociais, partes da live têm sido publicadas, causando protestos contra o incitamento à violência contra a Guarda Municipal de Juiz de Fora, que realizou manifestação, nas escadarias da câmara municipal na tarde de segunda-feira, contra as declarações.Clique aqui para ler a nota das entidades.