Luta pela flexibilização da jornada: TAEs do IF Sudeste MG aprovam greve

  • Reading time:2 mins read

Os Técnico-Administrativos em Educação do Campus Juiz de Fora do IF Sudeste MG  aprovaram, em assembleia realizada na tarde dessa quinta-feira, 19 de abril,  greve por tempo indeterminado a partir do dia 23. O movimento também terá a adesão dos trabalhadores da reitoria do Instituto e está em discussão no Campus Santos Dumont, que também contou com assembleia local, com indicativo de confirmação da adesão hoje. A greve visa pressionar a Administração do Instituto a atender as reivindicações dos TAEs sobre a questão da flexibilização da jornada de trabalho e pode se espalhar pelos outros campi.
Os TAEs tomaram a decisão baseados nas dificuldades de negociação com a direção do Instituto Federal. Em reunião realizada na quarta feira, 18 de abril, que durou de 9h30 às 18h, o Colégio de  Dirigentes do IF Sudeste MG discutiu a questão. No entanto, o debate andou muito pouco, segundo Flávio Sereno, da Coordenação do Sindicato dos Trabalhadores Técnico-Administrativos em Educação das Instituíções Federais de Ensino no Município de Juiz de Fora. Ele explica que a ideia era construir entendimentos comuns, mas que praticamente todas as propostas apresentadas pelos TAEs tiveram oposição do Reitor, embora alguns dirigentes tenham apresentado concordância com alguns pontos.
Ele relata também que, “dentre as proposições, a única que tem chance de ter um entendimento comum é a criação da Comissão de Avaliação das Propostas de Flexibilização, que, a princípio, seria uma atribuição do Colégio de Dirigentes”. Com isso, os trabalhadores esperam seguir na luta, já que a questão deve ser decidida na reunião do Conselho Universitário, no dia 24 de abril.