Manifestação marca o início do semestre no IF Sudeste MG

14/02/20

O início do semestre no IF Sudeste MG foi marcado por uma manifestação, organizada pela APES, Sintufejuf e Getu, em defesa da educação e contra a Reforma Administrativa. O evento, realizado na entrada do campus Juiz de Fora, no início da tarde desta quinta-feira, foi marcado pela exposição do Varal de Lutas, pelas falas das entidades e pela apresentação do grupo musical formado por estudantes do Instituto.

A professora Marina Barbosa, presidente da APES, citou, em sua fala, o desafio atual da construção de um outro patamar de luta, um outro ânimo, para enfrentar os ataques que estão sendo desferidos contra a educação e os trabalhadores. “O Governo ameaçou cortar nossos salários, restringiu orçamentos, ainda não liberou novas vagas para contratação de docentes e está cerceando nossas atividades acadêmicas, impedindo as condições de estudo e aprendizado. Então nós estamos discutindo, com outras entidades do setor da educação e do serviço público, a possibilidade de entrarmos numa greve. Já temos uma data nacional definida que é o dia 18 de março, em que estamos trabalhando por uma greve em conjunto com o Serviço Público Federal e Estadual. A APES está empenhada na luta, colocando sua estrutura para não permitir que a reforma administrativa passe e que o governo destrua as Instituições Federais de Ensino e o Serviço Público”, afirmou.

A Técnica Administrativa Maria Ângela Costa destacou a importância do momento de luta. “Nós estamos vivendo um tempo muito sombrio no que tange à educação, à liberdade de expressão e a uma educação que nos liberte, que nos dê condição de um pensamento crítico. Por isso é muito importante que a gente possa defender nossa democracia e nossas instituições”. Ela afirmou ainda que o direito de estudar deve ser ampliado e que ele representa a tomada do poder de estar consciente no mundo. Ela destacou a importância da manifestação e saudou os estudantes.

O representante do Grêmio Estudantil, Cayo Fagundes, afirmou em sua fala a importância dos estudantes estarem juntos na luta em defesa da educação e dos Institutos Federais.

O professor do IF Sudeste MG, Jalon de Moraes, da direção da APES, saudou os presentes e se manifestou contrário à reforma administrativa, fazendo uma lista das inúmeras reformas e ações de retiradas de direitos que se deram nos últimos anos. Para ele, a PEC dos Gastos, que limitou os gastos sociais no Brasil; a Reforma da Previdência, que vai impedir milhares de trabalhadores de alcançar a sua aposentadoria; a Reforma Trabalhista, que retirou direitos dos trabalhadores, foram exemplos de discursos e ações que prometeram a melhoria das condições de vida da população, mas que na verdade serviram apenas para atacar a classe trabalhadora.

A apresentação cultural contou com a regência da professora Helen Barra de Moura, que mostrou parte do trabalho desenvolvido com estudantes do Instituto, que cantaram e tocaram instrumentos variados, como saxofone, flauta e percussão.

APESJF