Mobilização contra a PEC 32 entra em sua 12ª semana de atividades em Brasília

  • Reading time:2 mins read

Servidores e servidoras de todo o país, com participação de representantes do ANDES-SN e da APES, seguem em Brasília, pressionando políticos a rejeitar a destruição do Estado Brasileiro, trazida dentro da Reforma Administrativa de Bolsonaro-Guedes. 

A Jornada de Lutas contra a PEC 32 entra hoje em sua 12ª semana de atividades permanentes realizadas nos aeroportos, durante o desembarque dos políticos, e atos em frente ao Ministério da Economia, ao lado do Congresso Nacional, no Anexo II da Câmara e no Espaço do Servidor, além de ações coordenadas de visitas aos gabinetes.

 Segundo relato da representante da APES na capital federal, professora Lisleandra Machado,  os movimentos estão perto de obter uma vitória importante, fruto da capacidade de unidade e pressão, uma vez que o governo não tem os 308 votos necessários para a aprovação da PEC 32 na Câmara dos Deputados.

Apesar desta avaliação, a mobilização mantém seu ritmo intenso nas próximas semanas, para impedir de vez a aprovação de uma reforma que tem como objetivo destruir os serviços públicos. A pressão sobre parlamentares continua deixando claro que, aqueles que votarem a favor da PEC 32, não serão reeleitos em 2022. 

#VotouPEC32NãoVolta #NoPlenárioNãoPassa #CancelaPEC32

Professoras Lisleandra (APES), Celi (UFBA), Rivania (presidenta do Andes) e Marcia (diretora da AdUFSM)
Professoras Lisleandra (APES) e Clea (Sinpro-JF)