Primeira plenária do Congresso teve debates relacionados à luta pela derrota de Bolsonaro, em defesa da vida e dos direitos dos trabalhadores

  • Post author:
  • Post category:noticias

A primeira plenária temática do 40º Congresso do ANDES-SN aconteceu no domingo, 27 de março, e tratou do seguinte tema: “a Conjuntura e o Movimento Docente”. Os debates foram orientados pelos 14 textos, enviados ao Caderno do Congresso pela diretoria nacional, pelas seções sindicais e docentes da base do Sindicato Nacional. 

As autoras e os autores dos textos tiveram 7 minutos cada para apresentar seus argumentos, a partir dos textos escritos.

Na sequência, foram sorteadas 20 falas para professoras e 20 falas para professores. A plenária do Tema 1 não é deliberativa, mas é a oportunidade para que os diferentes grupos que se organizam dentro do ANDES-SN apresentem suas posições e análises. 

A luta unitária contra a Reforma Administrativa (PEC 32) travada em 2021 em conjunto com demais categorias do serviço público foi destaque em várias explanações. Muitas falas também abordaram o processo eleitoral presidencial deste ano e a importância de seguir em defesa do Fora Bolsonaro, nas ruas e nas urnas, sem abdicar da autonomia do Sindicato Nacional frente a partidos e governos.

Muitas das 53 falas abordaram a guerra na Ucrânia, e em diversos países pelo mundo, a defesa da soberania dos povos, a pandemia de Covid-19 e como a crise sanitária contribuiu para o aprofundamento das crises social e financeira, para a carestia, desemprego e fome.

A importância da resistência das mulheres, de negros e negras, da população LGBTQIA+, de indígenas, quilombolas e ribeirinhas na centralidade da luta do Sindicato Nacional foi destacada em diversas intervenções, assim como a necessidade de enfrentar os ataques à categoria docente e à Educação pública, tanto pelo governo federal quanto pelos governos estaduais.

Jennifer Webb Santos, 3ª tesoureira do ANDES-SN presidiu a mesa da Plenária do Tema 1. Também compuseram  a mesa da plenária do Tema 1 o diretor Markos Klemz Guerrero, 2º secretário da Regional Rio de Janeiro do ANDES-SN, e as diretoras Raquel de Brito Sousa, 1ª vice-presidenta da Regional Pantanal, e Ana Lucia Silva Gomes, 1ª tesoureira da Regional Norte 1 do Sindicato Nacional.

Confira a cobertura completa do ANDES aqui