Professores do estado vão paralisar

  • por

Os trabalhadores em educação de Minas Gerais deliberaram na tarde da última quarta-feira (5), durante assembleia estadual no Pátio da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), em Belo Horizonte, pela deflagração de uma greve por tempo determinado nos dias 17, 18, 22, 26 e 27 de junho.

No próximo dia 4 de julho, será realizada uma nova assembleia estadual para definir os rumos do movimento.

Algumas manifestações vão coincidir com os jogos da Copa das Confederações em Belo Horizonte. “Nós vamos aproveitar que os olhos do Brasil e do mundo estão voltados para os jogos para denunciar a situação caótica da educação em Minhas Gerais: o não cumprimento da lei do piso, o congelamento do plano de carreira, a precariedade das condições de trabalho e as más condições de atendimento no IPSEMG, que é plano de saúde dos servidores do estado”, explica Victória Fátima Melo, diretora da subsede do Sind-UTE MG em Juiz de Fora.

Em Juiz de Fora, as manifestações serão realizadas nos dias 18 e 27 de junho.