Sindicato se reuniu com MPOG e cobrou posicionamento

14/07/11

O ANDES esteve, no dia 11/07, em reunião com o Ministério do Planejamento Orçamento e Gestão – MPOG, tentando obter do governo uma posição em relação às reivindicações dos docentes das IFES. E mais uma vez o governo prova que não pretende conceder reajuste para 2011, ameaçando que, caso um acordo não seja firmado até 31/08, data limite para a elaboração da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), poderá não haver reajuste também em 2012.

Contra isso, a mobilização dos docentes se torna fundamental.
Os professores relataram que há um grau crescente de insatisfação, angústia e mobilização da categoria para ter respostas: muitas universidades paralisaram no dia 05/07 e a de Tocantins entrou em greve por tempo indeterminado.
Informaram que nesta semana o sindicato realiza o 56º CONAD e a expectativa sobre o resultado desta reunião é muito grande.
Os professores registraram que o posicionamento apresentado pelo governo nesta reunião é frustrante, pois, na reunião passada, o governo assumiu o compromisso de trazer para esta audiência uma proposta concreta considerando os posicionamentos trazidos pelas entidades.
CAp e EBTT
Na reunião, o Secretário de Relações Sindicais do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MP), Duvanier Paiva, voltou a informar que não possui informações sobre a portaria de regulamentação dos Colégios de Aplicação (CAp), pendente no Ministério e que o acompanhamento do assunto deve ser feito em contato com a SESU/MEC.
Informou também que a regulamentação das progressões funcionais de docentes da carreira de Educação Básica, Técnica e Tecnológica (EBTT) será feita a partir de projeto que não será discutido na mesa de negociação. “Isso é aplicação da lei, responsabilidade executiva. É interpretação. Não temos mais o que discutir”, justificou.