Terreiro Cultural do MST vai ser inaugurado neste sábado

  • Reading time:2 mins read

A ONG Doa Som, o Movimento dos Trabalhadores Sem Terra e o Centro de Pesquisa, Intervenção e Avaliação em Álcool e Outras Drogas (Crepreia) inauguram, neste sábado, o Terreiro Cultural Walmir Pulga, no Assentamento Dênis Gonçalves, na Antiga Fazenda Fortaleza De Santana, em Goianá. O evento, que começa às 13h, conta com a apresentação de vários artistas, além de palco aberto para apresentações de última hora, e é parte da programação da V Jornada Universitária pela Reforma Agrária (V JURA), organizada pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) e pelo MST. As Jornadas Universitárias estão sendo realizadas em todo o país com o intuito de debater a questão agrária e política na atualidade.
A Doa Som está colaborando na organização do evento, mas também está recolhendo doações de instrumentos musicais com o objetivo de montar a instrumentoteca do assentamento. De acordo com Leonardo Teixeira, da coordenação, a ONG já faz esse trabalho de produzir eventos com as doações há alguns anos e um dos principais objetivos é dar voz às crianças por meio da música. “Quando surgiu a oportunidade de fazer esse trabalho no assentamento, percebi que era uma oportunidade de dar voz para um grupo específico de jovens que tem pouca oportunidade de se apresentar como realmente é e, infelizmente, sofre grande preconceito de uma parte da nossa sociedade. O objetivo é trabalhar com eles a música e o processo de criação, buscando produzir músicas e vídeos sobre a realidade em que vivem e com a visão deles sobre o movimento. Acredito ser um serviço importante não só pra eles, mas para a sociedade”, explica.