UFJF aprova uso de nomes sociais

  • por

O Conselho Superior da UFJF aprovou, por unanimidade, o uso de nomes sociais em documentos de identificação, como as carteirinhas, chamadas de frequência acadêmica, dentre outros. Assim, transexuais, travestis e transgêneros passam a ser reconhecidos com o nome de sua escolha no lugar dos nomes civis

Para solicitar a mudança nos arquivos institucionais, os interessados deverão fazer o requerimento por meio da Central de Atendimento. Os nomes sociais são usados quando uma pessoa não se identifica com sua identidade sexual ou de gênero.

A APES apóia a decisão do conselho, que vai na direção do reconhecimento do direito das minorias e contribui para um ambiente mais democrático, sem discriminação, de respeito e igualdade na Comunidade Universitária.