APES, Sintufejuf e Getu realizam Ato em Defesa da Democracia no IF Sudeste MG

23/10/18

 

Foi realizado ontem, 22 de outubro, um Ato em Defesa da Democracia no IF Sudeste MG – Campus JF, com uma mesa-redonda seguida de debate. A organização foi de iniciativa da Associação dos Professores de Ensino Superior (APES), do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Juiz de Fora (Sintufejuf) e do Grêmio Estudantil Técnico Universitário (GETU).

O professor do IF Sudeste MG e diretor da APES, Marcos Vinícius Leite, abriu o evento chamando a atenção para o significado do ódio em nossa sociedade enquanto intensificação da raiva, e enquanto sentimento que coloca desafios para o diálogo e o reconhecimento da diferença como fundamentos da democracia.

A representante do GETU, Karol Ferraz, realçou a importância de uma instituição federal se posicionar politicamente neste momento: “não estamos tomando uma posição partidária, mas um posição humana”, afirmou Karol.

A professora de Sociologia convidada, Carine Fernandes, retomou pontos fundamentais da Constituição de 1988 que caracterizam o Estado democrático de Direito no Brasil, pontos estes que devem balizar a luta coletiva atualmente.

O representante do Sintufejuf, Vinicius Pilate, enfatizou a importância de resgatarmos a prática da conversa, da escuta do outro, diante de um quadro de imposição da opinião. “Nossas convicções não nos faz plenos e precisam ser acrescentadas. É isso que enriquece a instituição, que precisa ter uma gestão participativa e igualitária”.

O diretor da APES, Augusto Cerqueira fez um breve histórico do nosso recente processo de redemocratização, relembrando os tempos de violência e opressão da ditadura civil-militar brasileira, esquecidos ou ocultados pelas narrativas recentes. “Já houve relatos de invasão de sala de aula, rompendo com um pacto básico da atividade do docente, que é a autonomia. Então nesse momento é fundamental reafirmar, defender, sim, a democracia e lutar contra a violência e contra esse Estado que está cada vez mais autoritário”, relata Augusto.

Além das exposições dos membros da mesa, houve um debate aberto a todos os participantes. Estiveram presentes representantes da diretoria do Sintufejuf, membros do Comitê Universitário em Defesa da Democracia, professores e estudantes do IF Sudeste MG.