ANDES-SN lança documentários sobre militância docente LGBT e étnico-racial

  • Reading time:2 mins read

    Durante o 37º Congresso do ANDES-SN, foram lançados os documentários “Narrativas Docentes: memória e resistência negra” e “Narrativas Docentes: memória e resistência LGBT”. As produções em audiovisual abordam as experiências de docentes militantes nestas temáticas, registrando suas trajetórias, resistências e lutas no combate às opressões vivenciadas dentro e fora das instituições de ensino às quais estão vinculados.

        Os documentários estão disponíveis no canal de Youtube do Sindicato Nacional. Acesse nos links abaixo

“Narrativas Docentes: memória e resistência negra”

“Narrativas Docentes: memória e resistência LGBT”

 

MEC autoriza uso de nome social na Educação Básica para Travestis e Transexuais

        Foi publicada no Diário Oficial da União, no dia 18 de janeiro, a portaria 33, referente à uma resolução do Ministério da Educação (MEC) que autoriza o uso do nome social de travestis e transexuais nos registros escolares da educação básica. O nome social é aquele pelo qual as travestis, mulheres trans ou homens trans optam por ser chamados, de acordo com sua identidade de gênero.

       Em notícia publicada no site do ANDES, a Presidenta da Associação Nacional de Travestis e Transexuais enfatizou a importância da medida para a realização de estudos específicos e levantamento de dados oficiais sobre o número de pessoas trans nas escolas. A nova resolução estimula que as escolas de educação básica estabeleçam diretrizes e práticas para o combate a quaisquer formas de discriminação em função de orientação sexual e identidade de gênero de estudantes, professores, gestores, funcionários e respectivos familiares na elaboração e implementação de suas propostas curriculares e projetos pedagógicos, além de estimular e respaldar quem já utiliza o nome social