ANDES-SN repudia assassinato do militante do MST Ênio Pasqualin

  • Reading time:2 mins read

Na noite do último dia 24 de outubro, sábado, no assentamento Ireno Alves dos Santos, no município de Rio Bonito do Iguaçu, Paraná, Ênio Pasqualin, militante do Movimento dos trababalhadores Sem Terra, foi arrastado para fora de sua casa no assentamento e assassinado a tiros, em mais um episódio do recorrente genocídio a militantes e ativistas por direitos humanos no Brasil, país que lidera essas estatísticas.

“Sabemos que a luta pela terra, um direito básico de defesa da vida, ainda é criminalizada no Brasil, e no momento em que temos um governo de extrema-direita, que dissemina ódio, perseguição e impõem retirada de direitos, o(a)s militantes sociais se tornam ainda mais vulneráveis.” Escreve a diretoria do ANDES-SN em nota.

A APES, assim como o ANDES-SN se solidariza com os familiares, amigos, e com o MST, e repudia mais esse ato de violência contra militantes de movimentos sociais no Brasil. Confira a nota na íntegra aqui.