Congresso aprova 37 moções

  • por

Além dos textos de resoluções que delinearam os principais eixos de ação e luta do Sindicato Nacional, os delegados presentes no 32º Congresso do ANDES-SN também aprovaram um total de 37 moções.

Dentre algumas das moções de repúdio estão: desregulamentação e não demarcação das terras indígenas e quilombolas; à postura da reitoria da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) na prorrogação do estágio probatório na IES por 118 dias; à posse do deputado Marco Feliciano (PSC-SP) à Presidência da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados;

Também foi aprovada uma moção de solidariedade ao povo venezuelano pelo falecimento do presidente Hugo Chaves e de solidariedade à população de Santa Maria e a UFSM e ao DCE e entidades estudantis autônomas da UFMT que foram violentamente agredidos pela Polícia Militar do Mato Grosso, após pedido do gabinete da Reitoria da universidade no dia 9 de março.

Em breve todas as moções serão divulgadas no site do Andes.

Acompanhem!