Consu da UFJF aprova retorno gradual das atividades presenciais

  • Reading time:3 mins read

O Conselho Superior da UFJF aprovou, na manhã de hoje, 14 de setembro, com 60% dos votos, mais uma etapa do retorno gradual das atividades presenciais da instituição, a partir do dia 18 de outubro de 2021, além de um segundo semestre suplementar, que terá início em quatro de outubro. A minuta do “ensino híbrido” prevê a possibilidade de oferta de disciplinas práticas, teórico-práticas e estágios, para os cursos que assim deliberarem em seus colegiados e departamentos, passando também pelas respectivas unidades, 

Também foi aprovado um período de adaptação de 15 dias, anterior ao retorno presencial das disciplinas, o que daria início às atividades, de forma híbrida, a partir do dia 3 de novembro. 

Outra pauta, aprovada na reunião extraordinária do Consu, foi um segundo semestre suplementar, com início em 4 de outubro, para os seguintes cursos: 

CursoCampus
Educação FísicaGovernador Valadares
EnfermagemJuiz de Fora
FarmáciaJuiz de Fora e Governador Valadares
FisioterapiaJuiz de Fora e Governador Valadares
JornalismoJuiz de Fora
MedicinaJuiz de Fora e Governador Valadares
NutriçãoGovernador Valadares
OdontologiaJuiz de Fora e Governador Valadares
Rádio, TV e InternetJuiz de Fora

No início da reunião, ainda na sexta-feira, a APES solicitou que a deliberação pudesse ser adiada para o dia 17 de setembro, sem que o debate fosse prejudicado, para que a entidade pudesse realizar assembleia de forma a deliberar sobre a minuta do “ensino híbrido”. Após votação, o encaminhamento não foi acolhido pelo Consu. Desta forma, em respeito à categoria, ao debate realizado ao longo de diversas assembleias e à deliberação reafirmada em assembleia do dia 11 de agosto, a representação da APES se posicionou contrária a ambas as minutas, seguindo na defesa de um retorno presencial seguro e com ampla vacinação da população. 

“A cada reunião do Consu da UFJF, mais atividades presenciais têm sido aprovadas. Na reunião anterior, aprovaram-se cursos intensivos presenciais em Governador Valadares e, nesta reunião, mais um semestre suplementar e a minuta do “ensino híbrido”, sem que tenha havido nem mesmo um levantamento de quais cursos, quais disciplinas e quantitativo de pessoas que estariam envolvidas no segundo semestre de 2021. Lamentamos que a instituição esteja seguindo a direção da flexibilização e relativização da pandemia e de suas consequências. No atual ritmo da vacinação no país, a maior parte da população pode estar imunizada nos próximos seis meses, o que daria uma perspectiva de retorno seguro de aulas e demais atividades presenciais na instituição para o primeiro semestre de 2022. Na quinta-feira, realizaremos nossa Assembleia e poderemos definir os encaminhamentos da entidade sobre esse processo de volta crescente de atividade presenciais na UFJF. Fica o chamado para a participação de todos e todas.” disse Augusto Cerqueira, da diretoria da Apes.