Docentes aprovam adesão ao dia 18 e o compromisso de construção da greve da categoria

  • Reading time:3 mins read

Professores e professoras da UFJF e do IF Sudeste MG reunidos em assembleia nesta quinta-feira, 12 de março, aprovaram a adesão à Greve Nacional da Educação no dia 18 de março. Aprovaram ainda construir a greve das instituições federais de ensino e das universidades estaduais e municipais, envidando esforços para que seja conjunta a uma Greve do Setor da Educação (básica e superior).

No dia 18 de março haverá um ato às 16h na Praça da Estação que está sendo construído pela APES em conjunto com outras entidades da cidade.

Informes

No início da Assembleia, docentes fizeram um minuto de silêncio, a pedido do professor Carlos Alberto Camilo Nacimento, em homenagem ao companheiro Oscavo Homem de Melo, falecido em fevereiro deste ano. Como lembrou o professor Rubens Luiz Rodrigues, o professor Oscavo era membro do atual Conselho de Representantes da APES, e compôs a diretoria da APES na gestão 1994-1996, além de ter contribuído durante muitos anos para o movimento sindical.

Em seguida, a diretoria informou sobre as recentes reuniões ampliadas realizadas pela APES com docentes do Colégio João XXIII e do IF Sudeste MG (confira nas matérias abaixo). O professor Jalon de Morais deu os informes sobre a audiência com o reitor do IF Sudeste MG. E o professor Augusto informou que esteve em Governando Valadares, onde foi escolhido o professor Henrique Queiroz  para participar do Conselho de Representantes da APES em reunião ampliada com os docentes, que também discutiu a conjuntura, a Greve Nacional do dia 18 e a construção da greve da categoria. Também ocorreu uma reunião da Comissão de Emancipação do Campus de Governador Valadares, com dois representantes da APES, os professores Augusto e Henrique Queiroz, onde foram montados grupos de trabalho para avaliar as condições de emancipação do campus e fazer um levantamento histórico das recentes emancipações.

UFJF

A assembleia também discutiu o posicionamento da APES na reunião do Conselho Superior sobre a Política de Inovação da UFJF e votou pela não participação da APES em comissão que irá discutir soluções orçamentárias da instituição, entendendo que esta função cabe à gestão da mesma