Docentes da rede municipal voltam às aulas

  • por

Após conquistar vários pontos importantes durante a negociação com a Prefeitura de Juiz de Fora, os docentes da rede municipal de ensino de Juiz de Fora resolveram por fim à greve, voltando às atividades no dia 20 de junho. A categoria conseguiu reajuste de 6,42% a partir de 1 ° de janeiro até 30 de abril de 2014, pago de uma única vez em agosto; reajuste de 6,5% a partir de 1° de maio para todo o quadro do magistério; reajustes em gratificações e adicionais, além da ampliação do contrato de trabalho para 31 de dezembro dos profissionais contratados. A PJF se comprometeu ainda em apresentar um resultado sobre estudos em relação às reivindicações referentes aos professores eventuais e apoio, diretores e vices. A Secretaria de Edcuação está analisando os critérios de ampliação do número coordenadores pedagógicos para aplicação em 2015. Finalmente, a PJF se comprometeu com a realização de concursos públicos em todas as áreas em em 2015

“O reajuste de 8,32% não foi alcançado, porém a categoria considerou os avanços citados e o reconhecimento dos secretários escolares, os quais a prefeitura tentou excluir desde a campanha de 2013. A negociação com o Sinpro será mantida até setembro deste ano, quando será apresentado o resultado do estudo à revindicação de redução da jornada de trabalho para 30 horas. Além disso, a PJF irá finalizar as etapas e homologar a seleção competitiva interna até 6 de março de 2015, o que é uma revindicação antiga da categoria. A coragem e a determinação da categoria na greve foi fundamental para obter tais conquistas e assim continuaremos na luta até que os reajustes indicados pela Lei do Piso sejam cumpridos”, afirma o sindicato em seu site.