Docentes prontos para a luta!

  • por

Com o tema Sindicato de luta, ampliando a organização da categoria e a unidade classista dos trabalhadores, o 58º Conselho Nacional do ANDES (CONAD) reuniu 49 delegados e 77 observadores de 53 seções sindicais na cidade de Santa Maria (RS).

Em avaliação do momento político, o 58º CONAD constatou o acerto de análises anteriores sobre o crescimento do pensamento conservador no país, do individualismo e da onda neoliberal que atinge o Governo Federal, ao mesmo tempo em que a sociedade brasileira sai às ruas para cobrar direitos fundamentais.

Na perspectiva de fazer o Sindicato Nacional avançar em suas bandeiras e se  inserir nas lutas emergenciais da sociedade brasileira, os docentes reunidos no 58º CONAD traçaram uma série de direcionamentos que devem nortear os próximos passos da diretoria nacional.

No âmbito interno, o Conselho aprovou a prestação de contas de 2012 do Sindicato Nacional e a previsão de gastos para 2014, evidenciando o esforço contínuo de sustentação das lutas dos docentes, articulado com o conjunto dos trabalhadores brasileiros, particularmente com a CSP-Conlutas.

Deliberações buscam fortalecimento do sindicato na defesa dos docentes, combate às privatizações e luta pela democracia

As deliberações aprovadas no 58º CONAD atingem a própria organização e fortalecimento interno do ANDES-SN; o fortalecimento junto às bases, a luta contra a privatização, de modo específico nas áreas de ciência e tecnologia; a luta pela democracia nos meios de comunicação com apoio à Proposta de Projeto de Lei de Iniciativa Popular da Comunicação Social Eletrônica – Lei da Mídia Democrática; combater a  ampliação dos interesses mercantilistas na educação com a denúncia do PNE como proposta do governo contrária aos interesses da sociedade; combater e denunciar a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares – EBSERH como um ataque à autonomia universitária; e a defesa da integralidade e a paridade entre aposentados e ativos.

Com relação ao setor das IFES, o Conselho deliberou pela continuidade das lutas articuladas conjuntamente com os demais SPF e no âmbito do Espaço de Unidade de Ação; fortalecer a CNESF como espaço de articulação estratégica dos SPF e intensificar as lutas pela anulação da reforma da previdência e o enfrentamento ao FUNPRESP. Deliberou ainda dar continuidade à luta pela ampliação do quadro de professores efetivos das instituições federais de ensino; por infraestrutura de funcionamento adequada; pela democracia efetiva e respeito à autonomia da universidade; contra a precarização do trabalho docente; pelo projeto de carreira única do ANDES-SN.

 

Confira o calendário de atividades para o 2º Semestre de 2014

 

A agenda de atividades para os docentes das IFES no 2º semestre de 2013 mereceu destaque nas discussões do 58º CONAD dando ênfase para o Seminário Estado e Educação sobre a política para os CAP; para a atuação necessária junto aos parlamentares durante a tramitação da MP 614/13, em defesa da nossa proposta de carreira e por abertura de negociações com o Poder Executivo; para o lançamento nacional da II edição da Revista Dossiê Nacional – Precarização das Condições de Trabalho nas IFE, síntese das condições reais propiciada pela política governamental da expansão universitária.

O calendário foi aprovado com ênfase especial em duas datas:

1) o dia 6 de agosto – Dia Nacional de Atos nos Estados e no DF contra o PL 4330 sobre terceirização;

2) Dia 30 de agosto – Dia Nacional de paralisações, manifestações e greves – convocado pelas Centrais Sindicais.

Clique aqui para baixar a Carta de Santa Maria