Em Reunião Ampliada, docentes organizam defesa das Instituições de Ensino Superior públicas e da liberdade de cátedra

  • Reading time:6 mins read

Docentes da UFJF e do IF Sudeste MG se reuniram no dia 7 de novembro para organizar a categoria diante das ameaças às instituições de ensino, ao direito de liberdade de cátedra e à autonomia das IES.

Liberdade de cátedra e Escola sem Partido
A diretoria fez um relato das recentes atividades organizadas localmente, no âmbito dos fóruns e do Comitê Universitário, e nacionalmente, com setores do ANDES e outras entidades de servidores públicos federais, com o objetivo de discutir as estratégias de enfrentamento às tentativas de controle e cerceamento das liberdades nas instituições de ensino.
Nesse sentido, destacou as atividades feitas pela APES, como a realização, durante essa semana, de conversas no C.A. João XXIII e no IF Sudeste MG, com a presença do assessor jurídico do sindicato (confira matéria neste informativo). Outro ponto destacado foi a aproximação com o Sinpro/JF e o SindiUte/JF, por iniciativa da APES, que originou a publicação de uma nota na imprensa local (leia abaixo) e que pode ser o ponto de partida para a construção de uma unidade entre as esferas federal, estadual e municipal, da categoria docente.
O ANDES-SN tem indicado também a construção, em unidade com instituições, categorias, sindicatos, centrais sindicais, parlamentares etc., da defesa da democracia, da liberdade de cátedra e dos direitos, via Escola Sem Mordaça e outras Frentes que estão sendo organizadas.

Reunião do Setor
O diretor da APES, Augusto Cerqueira, apresentou as principais decisões da Reunião do Setor das IFES realizada nos dias 3 e 4 de novembro. Segundo o professor Augusto, foi encaminhada a construção de uma Frente ampla em âmbito nacional e local com sindicatos, movimentos sociais, organizações políticas, movimentos estudantis, partidos e centrais sindicais. Os eixos de unidade dessa frente seriam: defesa da democracia e das liberdades democráticas, da educação pública, com desdobramentos para lutas e pauta da educação e saúde públicas e gratuitas, salário/emprego, reforma da previdência, contra a EC 95, reforma trabalhista e terceirização.
Com a finalidade de articular as entidades da educação, foi encaminhado para debate nas assembleias de base a construção de um Dia Nacional de Luta “Em Defesa da Educação” no dia 4 ou 5 de dezembro de 2018, com FASUBRA, SINASEFE, UNE, UBES, FENET, ANPG. Este dia teria duas frentes de ações principais: uma, com paralisação e/ou mobilização nos estados; e outra, com audiência Pública no Congresso Nacional – com uma mesa pela manhã com entidades e à tarde com uma grande conferência sobre Educação.
Sobre o Seminário Interno de Reorganização da Classe do ANDES-SN, ficou decidido que o tema do evento será “Reorganização da classe trabalhadora diante dos desafios do período”, e será realizado em Brasília/DF, nos dias 30 de novembro e 1º de dezembro. No dia seguinte, 2 de dezembro, será realizada uma reunião conjunta entre os Setores do ANDES.

PIT/RIT
Sobre a última reunião do CONSU realizada no dia 31 de outubro, a diretoria informou que o ponto de pauta sobre o PIT/RIT foi suspenso por tempo indeterminado, devido a atual conjuntura e aos diversos questionamentos da comunidade. A APES organizará um material, a partir dos encaminhamentos da Conversa Sobre PIT/RIT, para entregar à administração superior. Esta, ficará responsável por sistematizar as diversas contribuições recebidas pelas unidades da UFJF para elaborar um documento a ser avaliado no futuro.

Encontro EBTT
Professores que participaram do Encontro Nacional de EBTT fizeram um relato sobre o evento, enfatizando as discussões sobre os impactos da EC95 nas instituições, a Base Nacional Curricular Comum (BNCC), a carreira e o Reconhecimento de Saber e Competências (RSC).

Confira os encaminhamentos da Reunião Ampliada

Frentes Amplas em Defesa das Liberdades Democráticas

Trabalhar para construção de frentes amplas em defesa das liberdades democráticas, da educação pública e dos direitos da classe trabalhadora, com destaque para a luta contra o movimento da Escola sem Partido, pela defesa da previdência pública e solidária e pela para revogação da EC95/2016, da contrarreforma trabalhista e da lei da terceirização.

A APES deverá trabalhar, juntamente ao fórum das entidades da UFJF, ao fórum intersindical do IF Sudeste MG, ao Comitê Universitário em Defesa pela Democracia e aos demais sindicatos ligados à educação, para construir essa frente através da revitalização do Fórum Sindical e Popular de Juiz de Fora e da Frente Escola sem Mordaça.

Liberdade de Cátedra
Continuar o trabalho na defesa das docentes e dos docentes, avaliando a possibilidade de criar canais para acolhimento e assistência psicológica. Atuar conjuntamente as entidades e administrações das IES em ações para a defesa e valorização do trabalho docente. Destacou-se ainda a importância da revitalização da Frente Escola sem Mordaça que pode também desenvolver tais ações. Promover atividades como o Café com a APES para levar informação, solidariedade e para divulgação dos canais para acolhimento das professoras e professoras da UFJF e do IF Sudeste MG

Defesa das IES Públicas
Trabalhar conjuntamente as entidades e administrações de forma a desenvolver ações em defesa das docentes e dos docentes e das IES públicas. Criar peças publicitárias, virtuais e físicas, para dar visibilidade ao papel fundamental das IES públicas para a sociedade e para o país (vídeos, adesivos, blusas, panfletos, cards, etc.).

Visibilidade Internacional
Buscar, junto a redes de pesquisa, apoio de grupos e/ou pesquisadores internacionais visando a divulgação do trabalho de qualidade desenvolvido pelas IES públicas e denunciando o desmonte das mesmas.

Campanha de Sindicalização
Desenvolver ações corpo a corpo como a base. Nesse sentido, utilizar o Café com a APES também como ação de sindicalização.

Comissões
Foram criadas quatro comissões para o desenvolvimento de ações nesse período.
Comissão do Fórum Sindical e Popular de Juiz de Fora
Comissão da Frente Escola sem Mordaça
Comissão de Segurança Digital
Comissão de Publicidade

Calendário de Luta