Em segunda atividade do 8M Unificado, roda de conversa tematiza teorias feministas e Greve Internacional de Mulheres

  • Reading time:4 mins read

Foi realizada na manhã de hoje, 6 de março, a segunda atividade do 8M Unificado na UFJF. A “Roda de Conversa: A Teoria da Reprodução Sexual e a Greve Internacional de Mulheres” teve como convidada Rhaysa Ruas, advogada popular, militante marxista-feminista e doutorante em Direito pela UERJ. Além de Rhaysa, compuseram a mesa a representante do 8M, Lucimara Reis, a presidente da APES professora Marina Barbosa e a Coordenadora Geral do Sintufejuf Maria Ângela Costa.

Rhaysa Ruas apresentou um panorama sobre o desenvolvimento das teorias feministas com ênfase no marxismo, chamando a atenção para a necessária consideração das condições de classe e de raça neste debate. Rhaysa destacou a exploração que as mulheres sofrem a partir do controle exercido pelo Estado, via capital, da esfera da reprodução – “esfera esta que é fundamental para a esfera da produção e determinante das nossas formas de estar no mundo”. Neste sentido, Rhaysa realçou a necessidade da luta internacional em defesa das mulheres. “O dia-a-dia de luta para muitas de nós não é uma opção. É obrigatória, é uma forma de sobrevivência.”

A professora Marina Barbosa registrou a atividade como um esforço de compreensão do significado dessa luta. “Temos que compreender que a luta de classes exige necessariamente que a questão da mulher, que a questão do não-branco, seja colocada em um patamar que nos permita compreender que, se temos condições de enfrentar a exploração, ela precisa ser enfrentada com suas particularidades. E no Brasil, essas particularidades desenharam fortemente a cor, o cheiro e a cara da classe trabalhadora. Portanto, o esforço e o compromisso da APES é seguir tentando fazer com que a gente possa sensibilizar mais pessoas em torno dessa temática, possa fazer compreender que ela é parte estratégica da luta que a gente tem, pela educação pública, pela universidade, pelos direitos, pelas liberdades democráticas.”

Outras atividades

A programação do 8M Unificado começou na quinta-feira, com o debate “Mulheres, Jornalismo e Democracia”, que contou com a participação das jornalistas Érica Salazar, Marise Baesso e Táscia Souza. 

A programação continua na parte da tarde de hoje, 14h, no Anfiteatro das Pró-Reitorias da UFJF, com o debate “O impasse da questão não branca no Brasil”, com participação de Aline Rocha Pachamama e Giovana Castro”.

No sábado, haverá um ato unificado no Parque Halfeld a partir das 9h, e Festival Marielle Franco na Praça da Estação, às 12h.

No domingo, haverá panfletagem na feira da Avenida Brasil às 7h. Em seguida, haverá uma Roda de Partilha no Jardim Botânico às 14h.