Fórum lança nota em defesa da democracia e da universidade pública

17/10/18

Nota do Fórum das Entidades UFJF – APES/DCE/SINTUFEJUF
EM DEFESA DA DEMOCRACIA E DA UNIVERSIDADE PÚBLICA
 

Considerando a trajetória de luta democrática das entidades representadas neste Fórum, registramos nossa oposição aos discursos e ações de ódio, intolerância, racismo, machismo e LGBTfobia. Reafirmamos nossa defesa das liberdades democráticas, do direito de luta e manifestação dos sindicatos, do movimento estudantil e dos movimentos sociais. Preservamos, também, a defesa dos direitos humanos e das políticas públicas.
Defrontamo-nos no segundo turno destas eleições presidenciais com uma campanha e plano de governo específicos, de caráter fascista, com medidas e propostas que pretendem amordaçar a universidade, cercear a liberdade de cátedra, ferir a autonomia universitária, intensificar a retirada de direitos e diminuir os investimentos na educação, saúde e demais serviços públicos essenciais. Combater o fascismo é urgente e necessário e, ao mesmo tempo, fortalecer a resistência frente aos ataques em curso aos direitos trabalhistas e à previdência social.
O fascismo é um inimigo da vida e do conjunto de direitos de jovens, trabalhadoras e trabalhadores. O ódio disseminado na campanha política pós primeiro turno já fez uma vítima fatal, o compositor e capoeirista Romualdo Rosário da Costa, Mestre Moa, na Bahia, assassinado a facadas, assim como deixou um rastro de violência dentro e fora das universidades, como no caso de um docente da UFAM, agredido por um estudante com uma mesa quando exibia documentário sobre o fascismo, e de uma jovem, em Porto Alegre, agredida por três homens quando utilizava a camisa #EleNão, que utilizaram de um canivete para marcar seu abdômen com uma suástica. Em nossa instituição, banheiros foram riscados com frases violentas, como “morte aos viados”, e símbolos nazistas.
Os assassinatos a militantes políticos, como no caso de Marielle Franco, em março do presente ano no Rio de Janeiro, também têm se tornado mais frequentes, e a intimidação aos seus apoiadores e familiares constantes, cabendo citar a agressão verbal a Anielle Franco, irmã de Marielle, e o episódio de destruição por dois deputados do PSL, um estadual e outro federal, no dia 06 de outubro, de placa em homenagem à vereadora morta.
Frente a este cenário que ameaça a universidade pública, o trabalho e a integridade de docentes, discentes, técnicos e técnicas administrativas em educação e dos trabalhadores e trabalhadoras terceirizadas nós, do Fórum das Entidades da UFJF, resistiremos, acreditando que diante do quadro que se apresenta, nossa luta é cada vez mais necessária e a participação de todas e todos, fundamental.
Contra o discurso e as ações de ódio!
Pelas liberdades democráticas!
Por nenhum direito a menos!
Em Defesa da Democracia e da Universidade Pública!
Avante contra o fascismo!

 

Juiz de Fora, 17 de outubro de 2018
Fórum das Entidades UFJF – APES/DCE/SINTUFEJUF

 

 

Clique aqui para baixar em PDF