Moradores dos arredores da UFJF protestam contra trânsito

  • por

A Comunidade da Cidade Alta organizou, na manhã de sexta feira, um ato de protesto contra as condições do trânsito em toda a região. Uma passeata, composta por estudantes e moradores, percorreu a Costa e Silva, principal rua da região, pedindo mais segurança para os pedestres, chamando a atenção da comunidade e do poder público.

O movimento acusa a prefeitura de ter realizado várias mudanças nas vias sem consultar a comunidade, colocando a população em perigo, já que o trânsito se tornou de grande velocidade e a segurança ficou ameaçada. “Nós estamos nas ruas porque a prefeitura tomou decisões que afetam a todos e não há diálogo. As travessia para estudantes da Escola Tancredo Neves foi retirada e recolocada numa curva onde os carros passam em grande velocidade. As mudanças incomodam a todos, a passagem de pedestres próximo ao portão da universidade se tornou perigosa e, como a prefeitura não apresenta soluções, nossa única saída foi vir protestar”, explica o professor Raul Magalhães, Sociologia/UFJF.
Outra reclamação é a falta de guardas para auxiliar e proteger a travessia das crianças que estudam nos colégios da região. “Nós vemos em escolas particulares a presença da guarda municipal, mas não a vemos quando as escolas estaduais precisam”, completou.

M-4
Fotos: Divulgação

M-31