Nota do MEC viraliza nas redes sociais por citar teoria da conspiração

  • Reading time:1 mins read

 Uma nota do Ministério da Educação (MEC), publicada na noite de quarta feira,  30 de janeiro, viralizou nas redes sociais pelo texto contendo uma teoria da conspiração que ligava o jornalista Ancelmo Gois ao antigo serviço secreto comunista, a KGB.
                A nota foi uma resposta ao jornalista, que escreveu em seu blog que, sob a batuta do novo ministro da educação, o Instituto Nacional de Educação de Surdos (Ines) retirou de seu site, vídeos sobre Marx, Engels e Nietzsche.
               No comunicado, o MEC disse que quem retirou os vídeos foi a gestão Temer, o que é contestado por Ancelmo. Veja abaixo a Nota do MEC.